Quero melhorar minha empresa
Como selecionar e capacitar sua equipe

img - gestão de pessoas
Selecionar os colaboradores, estimulá-los e administrá-los estão entre as atribuições mais delicadas impostas ao micro e pequeno empreendedor que precisa de outras pessoas para ajudá-lo na expansão e na melhoria do seu negócio. E isso se faz por meio da gestão de pessoas.

Aliás, a mudança de nome, de “Recursos Humanos” para “Gestão de Pessoas”, representa muito mais do que uma simples alteração na forma de nomear esta prática. O que ocorreu foi uma transformação nas relações entre empregado/empregador. Hoje, o que se valoriza é uma administração conjunta, onde os colaboradores são parceiros e não apenas recursos empresariais.

Entender a importância dos funcionários para a empresa e como eles podem contribuir para o sucesso do seu negócio é uma etapa fundamental para quem quer ter um negócio bem sucedido. Por isto, siga em frente!
Boa gestão resulta em sucesso no negócio
Os colaboradores são responsáveis pela produção e pelo atendimento ao público e, por isso, devem ser bem treinados e capacitados
A tendência na área de gestão de pessoas é a evolução com relação à contratação, treinamento e manutenção de funcionários motivados. Esclarecer a missão e o objetivo da empresa para a equipe é também, definir num bom organograma as funções complementares de cada colaborador, com a vinculação hierárquica de acordo com cada perfil.
Como administrar pessoas
Conceitos de administração de pessoas, como cooperação e distribuição de tarefas
Para a existência da organização, é indispensável a cooperação entre os funcionários. Para isto, os cargos devem ser coerentemente descritos e os salários, bem administrados.
Dicas para conquistar a parceria dos funcionários
É simples, e muito importante, fazer com que os funcionários se sintam parte da empresa
O empresário deve adotar atitudes para fazer o funcionário se sentir parte da empresa e responsável pelo bom desempenho da mesma.
Img - botão saiba mais
A cultura da gestão de pessoas nos pequenos negócios
“Falar de gestão de pessoas é algo bem distante das prioridades do empresário de micro empresa. Esta frase costuma soar um tanto quanto agressiva aos ouvidos de quem lê, porém, está calcada na realidade dos pequenos negócios. É claro, é necessário esclarecer o que isto traduz e representa. Num universo onde praticamente 90% da constituição dos pequenos negócios são familiares, é imprescindível um olhar sob uma ótica realista”.

Leia a íntegra do artigo no site do Sebrae/SP.


Gestão de pessoas é um desafio de liderança
Artigo publicado no site do Sebrae/SP alerta para o fato de que lidar com pessoas é algo muito especial. Ao mesmo tempo que a diversidade é um fator precioso, é também um dificultador. Por isto, lidar com pessoas e liderá-las exige um manejo diferente da forma como tratamos nossas relações pessoais. Quer conhecer algumas dicas sobre como superar este desafio?

Acesse aqui a versão completa do texto.


Dicas valiosas sobre gestão de pessoas
Manual elaborado pelo Sebrae/ES em parceria com o jornal A Gazeta, oferece uma série de esclarecimentos ao empreendedor sobre conceitos e técnicas relacionadas ao universo da gestão de pessoas. São informações sobre seleção de pessoas, administração de salários, treinamento e desenvolvimento, delegação de poderes e administração do tempo.

Acesse o fascículo Gestão de Pessoas da série Manual do Empresário.


Gestão de pessoas x recursos humanos
A denominação Recursos Humanos (RH) trouxe uma nova postura, mais aberta e dinâmica, em relação aos funcionários, considerando-os como o mais importante recurso organizacional. Na década de 90, o renascimento do indivíduo liberal trouxe consigo a multiplicação das críticas à visão de pessoa como recurso. Algumas empresas até mudaram a nomenclatura do departamento de RH para Gestão de Pessoas (GP), mas atende também pelo nome de Talentos Humanos (TH), Gestão de Talentos (GT), Capital Humano (CH) ou Capital Intelectual (CI).

Acesse a íntegra do artigo de Priscilla Perla Tartarotti von Zuben Campos, diretora em Gestão de Pessoal.

 

img - botão apoio gerencial
Como definir a política de cargos e salários

A política de cargos de uma empresa pode representar uma oportunidade para otimizar o desempenho, quando bem construída, ou comprometê-lo, caso apresente distorções. As empresas buscam, de maneira geral, desenvolver uma estrutura de cargos racional, como forma de desonerar o orçamento. Por outro lado, torna-se importante a definição de princípios fundamentais para a gestão salarial na empresa. Estes princípios norteadores formam o que, tradicionalmente, se chama de política de cargos e salários. Saiba mais no instrumento de apoio gerencial desenvolvido pelo Sebrae.

Conheça outros instrumentos de apoio gerencial produzidos pelo Sebrae para sua empresa.

 

Como escolher a equipe
Selecionar bem os funcionários é essencial para o sucesso do negócio. Essa é a dica deste episódio da série “A gente sabe, a gente faz”, produzida pelo Sebrae.

Recrutamento mal feito traz prejuízos
Para evitar alta rotatividade, empresas devem saber avaliar o perfil dos candidatos de acordo com as necessidades de cada função
Recrutar é o processo de identificar e atrair pessoas por meio de divulgação e pesquisas. É a procura por candidatos que estão disponíveis dentro e fora da empresa (no mercado de trabalho), com potencialidade para preencher um cargo vago. O recrutador precisa saber a descrição exata do cargo para encontrar o profissional mais adequado. O recrutamento pode interno (na própria empresa) ou externo (no mercado).
A importância da mão de obra qualificada
O aumento da produtividade compensa o investimento na seleção de trabalhadores qualificados e em seu treinamento
Algumas empresas não têm o devido cuidado na seleção e contratação de funcionários. Elas utilizam como critério único de seleção e contratação o mais baixo salário que conseguir pagar. A política permite economia em curto prazo, mas sofre aumento de custo pela baixa produtividade.
Seleção e treinamento de equipe
Dona de loja de roupas em Salvador (BA) escolhe suas funcionárias a dedo. As vendedoras devem ser atenciosas e se atentar às preferências das clientes.