Artesanato
Diferenças entre Associação e Cooperativa
Autor: Sebrae Nacional
Fonte: Associação
A primeira categoria une-se em prol de objetivos sociais e a segunda em prol de objetivos econômicos

Por ser o associativismo a doutrinabásica ou inspiradora dos modelos organizativos de base coletiva, costuma haveralguma confusão na hora de escolher um modelo ou outro. Essa confusão é maiorquando o objetivo da organização envolve atividade econômica.

A diferençaessencial entre associações e cooperativas está na natureza dos dois processos:

- As associaçõestêm por finalidade apromoção de assistência social, educacional, cultural, representação política,defesa de interesses de classe, filantropia.
- As cooperativas têm finalidade essencialmente econômica e seu principalobjetivo é viabilizar o negócio produtivo dos associados junto ao mercado.


A compreensão dessa diferença é o quedetermina a adequação aum oua outro modelo. Enquanto a associação é adequadapara levar adiante uma atividade social, a cooperativa é mais adequada paradesenvolver uma atividade comercial em média ou grande escala de formacoletiva.

Essa diferença de natureza estabelecetambém o tipo de vínculo e o resultado que os associados recebem dasorganizações.

- Nas cooperativas, os associados sãoos donos do patrimônio e os beneficiários dos ganhos que o processo propiciará.Uma cooperativa de trabalho beneficia os próprios cooperados e o mesmo aconteceem uma cooperativa de produção. As sobras das relações comerciais estabelecidaspela cooperativa podem, por decisão de assembleia geral, serem distribuídasentre os próprios cooperados. Alem disso, há o repasse dos valores relacionadosao trabalho prestado pelos cooperados ou da venda dos produtos por elesentregues na cooperativa.

- Em uma associação, os associados nãosão propriamente os donos. O patrimônio acumulado pela associação, em caso dasua dissolução, deverá ser destinado à outra instituição semelhante, conformedetermina a lei. Os ganhos, eventualmente obtidos, pertencem à sociedade e nãoaos associados, pois, também de acordo com a lei, tais ganhos deverão ser destinadosà atividade-fim da associação. Na maioria das vezes, os associados não são nemmesmo os beneficiários da ação do trabalho da associação.

A associação tem uma grandedesvantagem em relação à cooperativa, pois ela engessa o capital e opatrimônio. Em compensação, tem algumas vantagens que compensam para grupos quequerem se organizar mesmo que a fim de comercializar produtos: o gerenciamentoé mais simples e o custo de registro é menor. Contudo, se o objetivo foreconômico, o modelo mais adequado é a cooperativa.

Outras diferenças:

Legislação

- Associação: Constituição–art.5º,XVII a XXI, e art. 174, §2º e Código Civil – Lei nº 10.406/2002 arts.51 a 63.
- Cooperativa: Lei nº 5.764/1971;  Constituição–art.5º, XVII a XXI, e art. 174, §2ºe Código civil – Lei nº 10.406/2002.


Constituição

- Associação: mínimo de duas pessoas.
- Cooperativa: mínimo de 20 pessoas.


Patrimônio/Capital

- Associação: patrimônio formado portaxas pagas pelos associados, doações, fundos e reservas. Não possui capitalsocial, o que dificulta a obtenção de financiamentos junto às instituiçõesfinanceiras.
- Cooperativa: possui capital social, facilitando, portanto, financiamentosjunto às instituições financeiras. O capital social é formado por quotas-partes,podendo receber doações, empréstimos e processos de capitalização.


Representação

- Associação: pode representar osassociados em ações coletivas de seu interesse. É representada por federações econfederações.
- Cooperativa: pode representar os associados em ações coletivas de seuinteresse. Pode constituir federações e confederações para a sua representação.