Comércio Varejista

Sorveteria

sorvete.jpg
Consumo brasileiro de sorvete chega a 1 bilhão de litros

Os brasileiros consumiram, em média, 5,77 litros de sorvete, por habitante, em 2010.  O resultado representa um aumento de 11% se comparado a 2009. O consumo total foi de 1,11 bilhões de litros do produto, um aumento de 12,2% em relação a 2009. Se comparado a 2003, o salto foi de 63% no consumo de sorvete.

A Associação Brasileira de Indústrias de Sorvetes divulgou, em sua página na internet, os dados com a série histórica da produção e consumo de sorvete, desde 2003.

 

Ideias de Negócios - Sorveteria
De fácil elaboração e combinação de sabores, o sorvete vem se tornando uma alternativa de negócios em franco crescimento. As sorveterias caracterizam-se por pontos comerciais de venda do produto e que podem ter anexas às suas instalações as unidades de produção. Outra alternativa de negócio pode ser apenas a comercialização dos produtos fornecidos por terceiros. Saiba mais informações para abrir um negócio na área em Ideias de Negócios – Sorveteria.

 

O merchandising da Sorveteria Casquinha de Mel
Autor: Mauro Venício Silva Filho
Fonte: Como elaborar campanhas promocionais
A partir do check-list o Sr. Casquinha desenvolveu ações para melhorar sua sorveteria
Nesse texto será apresentado a primeira parte do check-list respondido pelo Sr. Casquinha que o ajudou a dar o primeiro passo no sentido de refletir sobre a qualidade e a importância do merchandising de sua loja. Além disso, o texto apresenta a ideia que o ambiente da loja deve ser tornar o palco de uma peça de teatro interativa.
Empresário aposta na fabricação de sorvetes exóticos em São Paulo
Fonte: PEGN TV

Sorveteria aposta em sabores de frutas típicas do norte e nordeste para se diferenciar da concorrência e crescer. Sorvetes com sabores exóticos de frutas típicas das regiões, como cupuaçu, açaí e castanha-do-pará, compuseram o cardápio e tem agradado o público da capital paulista. São mais de 100 receitas de sorvetes de frutas brasileiras e sabores tradicionais.
Abrindo uma fábrica de sorvete artesanal

Uma universitária decidiu investir na criação de uma fábrica de sorvetes artesanais. Com base no plano de negócios, que deu origem ao seu trabalho de conclusão do curso, a empreendedora contratou as consultorias necessárias. Com o passar do tempo, no entanto, foram surgindo questionamentos e problemas.


Saiba como ela solucionou os problemas acessando o documento “O Sorvete de Luiza”, um estudo de caso da Escola Superior de Propaganda e Marketing do Rio Grande do Sul (ESPM-RS).

 

Sorveteria aposta na variedade de sabores para ganhar espaço
Autor: Ana Cristina Padilha
Fonte: Sebrae Nacional
A Sorveteria Caramelos fez uso de pesquisa de mercado para conquistar os clientes
Mais de 60 sabores de sorvetes e picolés são oferecidos pela sorveteria Caramelos, em Boa Vista (RR). O proprietário da empresa utiliza a estratégia de divulgar a marca na disponibilização de freezes para mercados e lojas. As mudanças ocorridas resultaram em 30% de aumento no faturamento.
Cardápio é uma peça de marketing
Autor: Instituto de Hospitalidade
Fonte: Guia do Cozinheiro
O cardápio deve refletir o estilo do restaurante e só conter aquilo que a equipe for capaz de produzir com qualidade
O cardápio é uma ferramenta de vendas e de marketing. O cardápio reflete a imagem do restaurante. Sua aparência e conteúdo devem estar em harmonia com essa imagem, que pode ser elegante, descontraída, étnica, moderna, dependendo do público-alvo. Ao definir os pratos, deve-se tomar cuidado para não sobrecarregar um funcionário ou um equipamento. Um menu bem planejado deve englobar itens que a equipe de cozinha consiga produzir de forma consistente.
Calendário de feiras e eventos
Confira as datas e os locais dos principais eventos do Brasil para empreendedores do ramo de sorvetes.
Universidade do Sorvete na Itália atrai alunos de todo mundo
Recessão econômica transformou o curso num verdadeiro sucesso em 2009

Ex-gerentes e altos executivos de várias partes do mundo, que querem dar início a um negócio próprio, resolveram investir na arte do sorvete italiano. O curso, que chega a custar R$ 1.800,00 por semana, ensina segredos de preparo de sabores clássicos e de como inventar sabores inusitados, como o de vinho tinto e o de queijo parmesão. Alunos vêem o sorvete italiano como uma ótima oportunidade de negócio.

Leia íntegra da matéria no Época Negócios.
Sorvete é campeão nacional de margem de valor agregado
Fonte: Blog Guilherme Barros - IG

Uma das queixas das indústrias em relação à substituição tributária está nos elevados parâmetros para cálculo do ICMS, considerados superiores aos praticados no mercado por 59,2% das empresas. Os preços sugeridos para o cálculo são as chamadas margens de valor agregado (MVA).

De acordo com estudo que a CNI vem desenvolvendo com a Pricewaterhouse, ainda a ser divulgado, o campeão nacional de MVA é o sorvete, cujo preço recebe um incremento de 300% entre o produtor e o consumidor final.
sério primeiros passos.jpg
Primeiro Passo - Sorveteria

A publicação Primeiro Passo - Sorveteria apresenta um esboço do que você precisa saber e praticar para melhorar suas chances de sucesso. Considere todas estas informações como ponto de partida e busque, começando por este manual, o conhecimento necessário para uma exploração competente deste negócio. A série Primeiro Passo é uma produção do Sebrae no Rio de Janeiro e apresenta quais são os principais cuidados ao abrir uma empresa, como aspectos legais e investimento inicial.

 

 

sorvete exótico.jpg
Sorvetes com gostinho brasileiro

Sabores dos estados brasileiros, como cupuaçu e pinha do Juazeiro, viram sorvetes exóticos. De acordo com o empresário Rogério Haman, foi identificada uma carência de mercado de sorvetes com frutas nativas do Brasil. As sorveterias têm usado criatividade e inovação ao apostar em sabores diferentes em cada parte do Brasil.

Saiba o que os consumidores têm achado dessa novidade, acessando o vídeo no site Oficina da Moda Mulher.

 

Uma trajetória de inovações na sorveteria Qsabor
Empresa investiu em inovações e conquistou credibilidade em mais de 30 anos de existência
A sorveteria Qsabor, de Macapá (AP), investiu na apresentação de um produto diferenciado, com marca forte, qualidade e boa distribuição. Para chegar a esses objetivos, focou em inovações no produto, mudanças no processo de vendas e investimento em marketing. Como resultado, muita credibilidade e aumento de vendas.
Sorvete agora tem grife
Fonte: Pequenas Empresas & Grandes Negócios

Empresários do ramo de sorvetes investem na expansão dos negócios por meio de franchising. Visando públicos classe média e alta, o mix de produtos também está aumentando nas sorveterias: cafés, tortas e outras sobremesas são cada vez mais comuns, buscando atrair novos clientes e garantir a frequência nas lojas durante todas as épocas do ano.