Comércio Varejista
As potencialidades de uma farmácia
Empreendedor poderá disponibilizar serviços adicionais proporcionando comodidade e um diferencial a seus clientes
Os medicamentos são o produto principal numa farmácia. Mas o empreendedor poderá também disponibilizar serviços adicionais, como: aplicação de injeções, telemarketing, entregas em domicílio, espaços para informações aos clientes, entre outros, proporcionando comodidade e um diferencial a seus clientes, além de investir em mercadorias da linha de bem-estar, qualidade de vida, e de beleza e cuidados pessoais.
A documentação de uma farmácia
Deve ser elaborado Manual de Boas Práticas Farmacêuticas específico para o estabelecimento
Toda farmácia e drogaria, segundo regulação da Anvisa, precisa elaborar um Manual de Boas Práticas Farmacêuticas específico para o estabelecimento, visando ao atendimento ao disposto na Resolução, de acordo com as atividades a serem realizadas. O estabelecimento deve, ainda, manter Procedimentos Operacionais Padrão (POPs), de acordo com o previsto no Manual de Boas Práticas Farmacêuticas.
A Atenção Farmacêutica em farmácias
Autor: Anvisa
Fonte: RDC 44/09 Anvisa
As atividades devem ser documentadas de forma sistemática e contínua, com o consentimento expresso do usuário
Serviço deve ter como objetivos a prevenção, detecção e resolução de problemas relacionados a medicamentos, promover o uso racional dos medicamentos, a fim de melhorar a saúde e qualidade de vida dos usuários. Para subsidiar informações quanto ao estado de saúde do usuário e situações de risco, assim como permitir o acompanhamento ou a avaliação da eficácia do tratamento prescrito por profissional habilitado, é permitida a aferição de determinados parâmetros fisiológicos e bioquímico do usuário.
Uso de equipamento de proteção individual em farmácias
Autor: Ministério do Trabalho e Emprego
Fonte: NR 32 do Ministério do Trabalho e Emprego
Equipamentos deverão ser armazenados em número suficiente nas farmácias, sejam eles descartáveis ou não
A Norma Regulamentadora de Segurança e Saúde no Trabalho em Estabelecimentos de Assistência à Saúde – NR 32 do Ministério do Trabalho e Emprego determina que esses equipamentos garantam a proteção da pele, mucosas, via respiratória e digestiva do trabalhador, que sejam avaliados diariamente quanto ao estado de conservação e segurança e que fiquem armazenados em locais de fácil acesso.

Responsabilidade ambiental das drogarias e farmácias
Autor: Martha Mendes
Parcerias estratégicas viabilizam o recolhimento de remédios descartados pela população
Os resíduos produzi¬dos pelos estabelecimentos de saúde estão na pau¬ta das empresas públicas, privadas e do governo brasileiro. Algumas farmácias já se anteciparam a Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS e já fazem o recolhimento de sobras e medicamentos vencidos descartados pela população.
Está pensando em abrir um negócio e não sabe por onde começar? O Sebrae elaborou várias ideias de negócio para te ajudar nesse momento.

Drogaria
 
Legislação
Conheça a Lei que estabelece normas de regulação do setor farmacêutico e cria a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED). A finalidade da Lei é de promover a assistência farmacêutica à população, por meio de mecanismos que estimulem a oferta de medicamentos e a competitividade do setor. Veja a íntegra no site da Presidência da República.
A divulgação de preços em farmácias eletrônicas
Autor: Anvisa
Fonte: RDC 44/09 Anvisa
As listas de preços não poderão utilizar quaisquer argumentos de cunho publicitário
Em sites de farmácias e drogarias online, é vedada a utilização de imagens, propaganda, publicidade e promoção de medicamentos de venda sob prescrição médica em qualquer parte da página. A divulgação dos preços dos medicamentos disponíveis para compra na farmácia ou drogaria deve ser feita por meio de listas nas quais devem constar somente o nome comercial do produto o princípio ativo, entre outros.
As regras para farmácias online
Autor: Anvisa
Fonte: RDC 44/09 Anvisa
O pedido pela internet deve ser feito por meio do site do estabelecimento ou da respectiva rede de farmácia ou drogaria
É vedada a oferta de medicamentos na internet em site que não pertença a farmácias ou drogarias autorizadas e licenciadas pelos órgãos de vigilância sanitária competentes. Não se pode utilizar imagens, propaganda, publicidade e promoção de medicamentos de venda sob prescrição médica em qualquer parte da página. É vedada a comercialização de medicamentos sujeitos a controle especial solicitados por meio remoto.