O Sebrae ajuda a desenvolver seu plano de comércio exterior, semelhante ao plano de negócios da empresa.

Os empresários precisam pensar muito bem antes de decidir ingressar no mercado internacional e avaliar os riscos de atuar no exterior. Entre os perigos que a empresa corre:

  • Perder o foco do seu negócio;
  • Aumentar a necessidade de fluxo de caixa;
  • Gerenciar as variações cambiais;
  • Não possuir informações suficientes sobre o mercado.

Planejamento para acessar mercados internacionais

Para superar os desafios do comércio internacional e reduzir os novos riscos inerentes a esse processo, é necessário que os empresários de pequenos negócios se conscientizem da necessidade de planejamento e preparação.

O comércio exterior não é um golpe de sorte. Pode até ocorrer alguma operação esporádica, porém, sem planejamento e preparação o processo de acessar a mercados internacionais não se sustenta no médio e longo prazo. É fundamental estabelecer o plano de acesso a mercados externos.

A análise do macroambiente atual e futuro em confrontação com a capacidade interna da empresa reduz as incertezas e ainda permite criar um plano de ação viável de ser executado. E sempre em sintonia com os objetivos estratégicos da empresa.

No planejamento, todas as informações necessárias para atuar em outros países devem ser pesquisadas com antecedência, ou seja, todos os aspectos devem ser avaliados para que as possibilidades de sucesso sejam efetivamente concretizadas. Por falta de planejamento, muitas empresas fracassam e acabam desistindo de atuar em mercados internacionais.

O plano de comércio exterior é um documento que, uma vez elaborado, se converte na linha mestra em que os empresários, os executivos e todos aqueles que irão colocá-lo em prática devem se basear. Funciona como o plano de negócios.

Sebrae para empresas avançadas

O programa Sebrae Mais oferece o curso “Planejando para Internacionalizar”, no qual são desenvolvidas as etapas para elaboração do plano de internacionalização:

  • Avaliação da capacidade da empresa de acessar a mercados internacionais;
  • Pesquisa de informação sobre mercados potenciais;
  • Definição de mercado-alvo e identificação dos fatores críticos de sucesso;
  • Definição de objetivos que orientam as metas financeiras e de marketing do plano em relação ao volume de vendas, participação de mercado e lucros;
  • Prospecção de mercado;
  • Desenvolvimento dos programas de ação;
  • Demonstrativos de resultados projetados;
  • Controles que indicam como o plano será monitorado. 
Fonte: Sebrae Nacional