O aumento de produtividade compensa o investimento na seleção cuidadosa e no treinamento dos funcionários.

A qualidade dos recursos humanos é, indiscutivelmente, uma das principais causas de sucesso ou fracasso de uma empresa. Apesar disso, alguns empreendimentos contratam e selecionam o funcionário pensando no salário mais baixo que irá pagar.

Essa política permite economia no curto prazo, mas implica, em médio prazo, no aumento de custos por causa de baixa produtividade, falta de qualidade, ausências e pequeno tempo de permanência do funcionário.

Alguns empresários acreditam que o treinamento e a capacitação dos funcionários é um desperdício, pois quando um empregado sair da empresa o valor investido será perdido. Na verdade, o resultado de um funcionário capacitado compensa o valor investido em sua capacitação mesmo com pouco tempo de produção.

Até uma empresa pequena deve estabelecer um processo de recrutamento, seleção e capacitação dos funcionários com mais cuidado do que geralmente se faz. Ele deve ser focado em encontrar a pessoa mais capacitada para a vaga, conforme o perfil necessário.

Após contratar, o funcionário deve ser integrado à empresa, apresentado a todos os funcionários e setores. Deve-se falar a ele sobre a empresa, seus produtos e como deve trabalhar. Seu desempenho deve ser acompanhado e é importante treiná-lo. As empresas precisam de funcionários proativos.

Saiba mais

Fonte: Sebrae Nacional - 01/12/2015