TREINAMENTO DE PESSOAS

A importância da qualificação na oficina mecânica

Pequena oficina cresceu apoiada em cursos e atualização do pessoal sobre as tecnologias nos automóveis.

Quem tem carro sabe que o ideal é ter um mecânico de confiança para os momentos de dificuldade. O empresário gaúcho Franco Paolo Dani identificou esse desejo dos clientes e decidiu abrir um negócio que oferecesse serviço de qualidade e atendimento de confiança.

Em 1996, inaugurou sua primeira oficina mecânica com uma estrutura bem pequena, que funcionava na garagem do prédio onde morava, em Caxias do Sul (RS). Aos poucos, o empresário conquistou novos clientes e ganhou a credibilidade do público.

Após sete anos de funcionamento, Franco Paolo viu que era a hora de se aperfeiçoar, pois a clientela estava crescendo e novas tecnologias automotivas surgindo. Fez cursos, contratou mais funcionários e mudou a oficina de lugar.

As atividades na nova sede iniciaram em 2003, dispondo de maior infraestrutura e mais dois colaboradores. Atualmente, a empresa possui sete funcionários.

Atenta às necessidades ambientais e vislumbrando maior atuação, em 2007, a oficina conquistou a licença ambiental junto a Secretaria Municipal do Meio Ambiente do município para destinação correta dos resíduos. Desde então a empresa deve comprovar o destino dos resíduos da produção, que são fiscalizados pelo mesmo órgão municipal. Em 2011, a empresa ganhou certificação do Instituto da Qualidade Automotiva (IQA) e se tornou referência no ramo de oficinas de Caxias do Sul.

Associação para qualificar as empresas da região

A iniciativa mais recente do empresário Franco Paolo, a frente da presidência da Associação Serrana das Empresas da Reparação Veicular (ASERV), começou em janeiro de 2012 com um projeto para qualificar as empresas de reparação veicular do território da Serra Gaúcha (RS).

Por meio de parcerias entre a Associação Serrana das Empresas da Reparação Veicular (ASERV), o Sindicado das Indústrias Metal Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul (SIMECS) e o Sebrae, o empresário no papel de presidente da associação vai atuar no setor de oficinas mecânicas dessa região, que possui grande concentração de empresas. O projeto pretende promover a melhoria da gestão das oficinas, gerando qualidade e aumento do faturamento, com ações sendo desenvolvidas até o final de 2013.

Além dessas estratégias, o empresário quer expandir ainda mais o negócio e aprimorar o atendimento aos clientes. Para isso vem adquirindo novas tecnologias que ajudam a diagnosticar problemas principalmente nos veículos importados, que estão em alta no mercado. Também continua incentivando a realização de cursos e palestras de atualização para os funcionários.

 

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: