Para tornar-se um Microempreendedor Individual é preciso se enquadrar em uma lista de atividades permitidas. Saiba quais.

Atividades permitidas

Microempreendedor Individual (MEI) é o profissional que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário. Para isso, é necessário faturar no máximo até R$ 60.000,00 por ano e não ter participação em outra empresa como sócio ou titular.

O MEI também pode ter um empregado contratado que receba o salário mínimo ou o piso da categoria.

Há muitas atividades e profissões que podem se enquadrar no regime de Microempreendedor Individual. 

Confira a lista completa com as atividades permitidas ao MEI

Atividades secundárias

O MEI pode ter mais do que uma ocupação ou atividade econômica conforme a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE).

Além da atividade principal, o MEI pode registrar até quinze ocupações para suas atividades secundárias. A cada ocupação registrada será atribuído um código de Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE).

Qipu - aplicativo do MEI

O Qipu é um aplicativo gratuito que ajuda o Microempreendedor Individual a controlar suas vendas, despesas e na gestão do negócio.

Com ele você:

  • controla suas vendas e despesas para agilizar a declaração anual;
  • recebe lembretes das datas de pagamento do carnê do MEI (DAS);
  • é avisado sempre que conquistar novos benefícios (auxílio-doença, aposentadoria, etc.); e
  • tem acesso a dicas para melhorar ainda mais o seu negócio.

Baixe gratuitamente em: Qipu - o aplicativo grátis do MEI.

Voltar à página principal do Microempreendedor Individual

Fonte: Sebrae Nacional - 26/02/2016