ESTRATÉGIA DE MERCADO

Aumente a competitividade do seu minimercado

A especialista em pequenos negócios Andrea Barrera expõe boas práticas que podem ser aplicados aos estabelecimentos do setor a fim de conquistar consumidores.

Conheça o segmento
  • Minimercados na prática

Um minimercado é uma pequena mercearia voltada para o atendimento da vizinhança (saiba mais sobre o movimento #compredopequeno), com produtos de conveniência, tendo como diferencial a praticidade e a rapidez no atendimento com um mix reduzido voltado para atender as necessidades básicas do dia a dia.

No Brasil, em 2015, mesmo com a diminuição no consumo doméstico, o segmento do varejo alimentar de autosserviço (minimercados) representava 6% do PIB nacional.

Os principais atrativos desse segmento são:

  • Atender de forma ágil as necessidades dos clientes.
  • Facilitar o processo de compra, por meio da boa organização nas principais seções: açougue, padaria, FLV (frutas, legumes e verduras), entre outras.

Negócio em família

Normalmente, as equipes dos minimercados são compostas pela própria família do proprietário. E, na maioria dos casos, os colaboradores conhecem a vizinhança, contando assim com um atendimento diferenciado.

Portanto, para os minimercados se tornarem mais competitivos e fazerem frente às grandes redes supermercadistas, é necessário muito planejamento e criatividade, com alta qualidade no atendimento pessoalizado e empático.

Este artigo da série Negócio na prática, escrito pela especialista em pequenos negócios Andrea Barrera, traz dicas e orientações para que você possa fazer isso.

Minimercados na prática
  • Conheça o segmento
  • Potencialize o negócio

Para entrar definitivamente na competição, deve-se planejar uma estratégia clara e diferenciada, que pode ser traçada com base em algumas ações já comprovadamente produtivas e na experimentação de novos caminhos. Veja quais são elas a seguir.

Disponha corretamente os produtos na loja

Um dos pontos de extrema importância é abordagem correta da disposição dos produtos na loja. Na montagem e na manutenção de um minimercado, há de se considerar fatores como a utilização de todos os espaços disponíveis, determinando a melhor forma de adaptá-los ao trabalho de vendas e à comodidade dos clientes.

Entre os principais requisitos, há:

  • Fácil acesso dos consumidores.
  • Check-out (caixa) em local apropriado na saída da loja.
  • Local de armazenamento do estoque de reposição.
  • Adequação e disposição dos acessórios para colocação das mercadorias, como displays, pontas de gôndolas, balcões etc.

Deve-se também apresentar as mercadorias de forma atrativa, promovendo a fácil visualização delas.

Organize as gôndolas

No que diz respeito à ponta de gôndola, deve-se começar sempre pela parte inferior. Os produtos, por ordem de tamanho e peso, no sentido horizontal, devem ser expostos da esquerda para a direita. Os produtos, por ordem de tamanho e peso, no sentido vertical, devem ser expostos de baixo para cima. A exploração correta dessas técnicas proporcionará aumento da venda e rentabilidade no negócio.

Ilumine bem os produtos e o ambiente

A iluminação também é um fator importante: é uma valiosa estratégia para estimular o consumo e, consequentemente, promover o aumento do ticket médio no varejo alimentar de forma geral.

No mercado de vizinhança isso não é diferente, tornando-se necessária a adaptação das lojas aos conceitos dos grandes players do varejo, que se utilizam de técnicas e tecnologias avançadas para dar “vida” aos produtos na gôndola. Essa organização está em consonância com as técnicas de marketing, como estudos de cores e formas, para fazer o produto "falar" com o consumidor de maneira eficiente.

Um exemplo claro e fácil de ser praticado pelo mercado de vizinhança nesse aspecto é a colocação das luminárias de tal forma que não ocorra o sombreamento dos produtos.

Potencialize o negócio
  • Minimercados na prática
  • Saiba mais

Além de saber organizar o seu minimercado para que ele tenha sucesso, existem alguns pontos fundamentais de planejamento que estão diretamente relacionados com a prosperidade do negócio.

A seguir veja como o relacionamento com os clientes, uma boa localização e uma gestão adequada vão ajudar você a ter melhores resultados.

Personalização do atendimento

O principal diferencial do minimercado em relação aos grandes varejos alimentares é poder oferecer ao cliente a personalização do atendimento, pois normalmente o cliente é atendido pelo próprio dono do negócio ou pelo menos por algum dos seus familiares.

Chamar o cliente pelo nome e saber suas necessidades básicas de consumo gera confiança e disposição em pagar um pouco mais pelo produto.

Ações de responsabilidade social

Vale ressaltar que a responsabilidade social nos negócios pode ser abordada como diferencial. Para tanto, é possível realizar ações para promover a integração com clientes, parceiros e colaboradores em benefício da própria comunidade. Tratam-se de ações concretas de apoio aos interesses dos moradores da região em parceria com instituições.

Ponto comercial

A escolha do ponto comercial é um aspecto que deve ser levado muito em conta na hora de planejar o negócio. Um minimercado atende normalmente um raio de três quilômetros e adapta-se às necessidades socioeconômicas da região. A proximidade de escolas, pontos de ônibus, igrejas, clubes entre outros empreendimentos também é uma vantagem.

Gerenciamento por categorias

Outro aspecto relevante é que, predominantemente, os minimercados incluem um modelo de gestão para apenas uma categoria de negócio, por isso o gerenciamento por categorias distintas como parte fundamental do planejamento estratégico para o segmento é importante.

Assim, o empreendedor deve buscar mais informações sobre o segmento e conhecimento sobre estratégias de vendas em instituições como o Sebrae, ABRAS, ABAD e outros parceiros que atuam no setor.

Saiba mais
  • Potencialize o negócio

Ensino a Distância - EAD Sebrae

Autora: Andréa Barrera, especialista em pequenos negócios.

Voltar para a página inicial do Negócio na prática

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: