GESTÃO DA PRODUÇÃO

MPE: indicadores para controle e gerenciamento da indústria

Entenda como funciona a sequência operacional do processo de produção de sua empresa.

O que são os indicadores
  • Qualidade

Em todos os modelos de Gestão da Produção são os indicadores que monitoram os objetivos, metas e desempenhos de forma sistemática e detalhada. Eles indicam o grau de satisfação dos processos, produtos ou serviços.

No caso das Micro e Pequenas Empresas (MPE) industriais, onde a competitividade e a eficácia dos resultados dependem de recursos escassos, os indicadores são essenciais para saber se os resultados são os desejados. Eles permitem:

  • Compreensão de prioridades de atuação;
  • Objetividade de avaliação;
  • Decisões baseadas em dados e fatos concretos;
  • Identificação e eliminação de perdas;
  • Monitoramento das melhorias de processos e resultados;
  • Incentivo às mudanças;
  • Medição do grau de satisfação de clientes.

Qualidade
  • O que são os indicadores
  • Produtividade

1. Indicadores de processos

Medem a eficiência e a eficácia de um processo interno do negócio durante ou logo após sua execução e servem para o gerenciamento da rotina do sistema produtivo. São indicadores básicos de processo: produtividade e qualidade.

1.1. Indicadores da qualidade

Os Indicadores da Qualidade, ou Indicadores da Satisfação dos Clientes, medem como o produto ou serviço é percebido pelo cliente e a capacidade do processo em atender aos requisitos dos clientes. Podem ser divididos em dois tipos: Indicadores da Não-Qualidade e Indicadores da Qualidade.

Eles resultam de uma média entre o total de erros ou falhas que acontecem num processo e o total da produção.

 

(Figura 1 - Média entre o total de erros/falhas).

A comparação do resultado obtido na medição de um Indicador da Qualidade com o índice desejado de aceitação definido para um determinado processo é chamada de eficácia.

Como o índice desejado na medição é um Indicador da Qualidade de 100%, principalmente quando se pensa em termos de Qualidade, o número resultante da medida de um Indicador da Qualidade é o mesmo da medição da eficácia.

Produtividade
  • Qualidade

1.2. Indicadores de produtividade

Os Indicadores de Produtividade estão ligados à eficiência dentro dos processos e tratam da utilização dos recursos para a geração de produtos e serviços. Medir o que se passa no interior dos processos e atividades permite identificar problemas e, consequentemente, preveni-los para que não tragam prejuízos aos clientes.

Além disso, devem andar lado a lado com os de Qualidade, formando, assim, o equilíbrio necessário ao desempenho global da organização.

Produtividade = Total Produzido/ Total dos Recursos Utilizados

Para quantificar a Produtividade (interna à organização), deve-se comparar o que foi gerado com o que foi empregado de recursos para se produzir determinado produto. O resultado indicará o quanto está sendo consumido ou utilizado para cada unidade do que foi produzido ou entregue.

Os Indicadores da Produtividade são uma relação entre duas unidades de medida diferentes – uma que quantifica os recursos consumidos ou utilizados e outra que quantifica as saídas produzidas.

Assim como os Indicadores da Qualidade, os resultados dos Indicadores da Produtividade (índices da produtividade) devem ser comparados com padrões preestabelecidos considerados como os valores aceitáveis para o processo que está sendo medido.

Chama-se de eficiência do processo a relação entre o resultado obtido na medição de um Indicador de Produtividade e o índice estabelecido como padrão do processo.

A produtividade está intimamente ligada ao grau de utilização dos recursos produtivos, entre eles:

  • Espaço;
  • Ferramentas;
  • Mão de obra;
  • Insumos;
  • Técnicas de gerenciamento;
  • Meio de transporte interno e externo;
  • Informatização;
  • Horário de trabalho etc. 

O aumento da produtividade vem com a utilização otimizada e integrada dos diversos fatores que contribuem na formação, movimentação e comercialização do produto.

Produtividade x Produção

Muitos confundem produtividade com aumento de produção. O aumento de produção pode ser conseguido de diversas maneiras, entre elas:

  • Aumento no número de funcionários;
  • Utilização de hora-extra;
  • Utilização de segundo e terceiro turno de trabalho;
  • Compra de uma máquina.

 Já o aumento de produtividade consiste em um aumento da produção utilizando os mesmos recursos produtivos, com:

  • Melhoria nos processos;
  • Treinamentos;
  • Controles.

Como medir aumento de produtividade

Para medir a produtividade é necessário monitorar os indicadores. As etapas para a medição consistente da produção são: 

  • Levantamento de dados e históricos de produção;
  • Análise e tratamento dos dados coletados;
  • Manutenção e utilização dos indicadores.

É importante salientar que a utilização correta das três etapas acima não é garantia de se obter aumento da produtividade. O empresário tem que ter a consciência de que a ação baseada nos indicadores tem que ser constante.

Não adianta os indicadores mostrarem a deficiência da empresa se a gestão da empresa e do sistema produtivo não atuarem na solução dos problemas ou gargalos. A criação de um histórico de soluções também é um instrumento de melhoria na produtividade, pois, quando o problema se repete, sabe-se que já existe solução: otimizando os recursos de tempo e mão de obra.

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: