CONTROLE FINANCEIRO

Tempos de crise: saiba como gerir as finanças do seu negócio

A especialista em pequenos negócios Érika dos Santos fala sobre as vantagens do planejamento financeiro para ter um negócio de sucesso.

  • Controles financeiros

Em momentos de incerteza econômica, é essencial que o empreendedor “arrume a casa” e organize todos os processos gerenciais do negócio. O coração desses processos gerenciais é a gestão financeira.

Uma boa gestão financeira permite ao administrador conhecer a atual situação da sua empresa a partir de indicadores econômicos, obtendo dessa forma dados consistentes para projeção de cenários com o objetivo de manter os ganhos da empresa e honrar os compromissos assumidos com terceiros.

Os controles financeiros são os principais componentes da gestão financeira. Em momentos de crise, tão importante quanto controlar as obrigações já existentes é evitar a contração de novas dívidas. Essas ferramentas podem ajudar você a atravessar a crise sem que as contas saiam do controle. Neste conteúdo da série Negócio na prática, a especialista em pequenos negócios Érika dos Santos ensina algumas dicas para que você possa ter controle financeiro sobre o seu empreendimento.

Sebrae Mais Gestão Financeira

Conheça no vídeo abaixo o curso do Sebrae que ajuda você a profissionalizar o gerenciamento do seu negócio.

Controles financeiros
  • Finança na prática

Ao analisar a gestão financeira do negócio, o empreendedor se depara com vários números e informações:

  • Quanto vendi este mês?
  • Quanto preciso comprar de produtos para repor o meu estoque?
  • Quanto minha empresa está lucrando?
  • Qual é a melhor forma de pagamento dos meus insumos?
  • Quanto vai sobrar no meu caixa no final do mês?

Além de lidar com números e questionamentos constantes, é necessário, ao mesmo tempo, tomar muitas decisões. E nem sempre elas são precedidas de dados concretos ou seguros. É para oferecer ao empreendedor informações úteis e confiáveis que os controles financeiros encaixam–se no cotidiano das micro e pequenas empresas.

Os controles financeiros são ferramentas e processos indispensáveis para a sustentabilidade dos negócios. Fazer esse acompanhamento é fundamental, pois os dirigentes visualizam a sua real situação financeira, a fim de propor ações e tomar decisões. As informações obtidas com esses controles constituem o primeiro estágio para a gestão do capital de giro da empresa, na qual estão basicamente a maioria dos problemas de natureza financeira dos pequenos negócios brasileiros.

Planejamento financeiro

Assista a essa dica, que mostra de maneira prática e didática como organizar as finanças da sua empresa.

Finança na prática
  • Controles financeiros
  • O valor da gestão

Falamos sobre a importância dos controles financeiros no dia a dia dos pequenos negócios, mas de nada adianta ter controles financeiros se eles estão desorganizados e/ou incompletos. Logo, o primeiro passo é a organização.

Como fazer isso na prática, aplicando os conceitos aqui aprendidos ao âmbito operacional da empresa?

Inicie pelo lançamento exato de todas as suas despesas, receitas, estoques e caixa no seu sistema informatizado de gestão. Se a sua empresa não dispõe de um sistema, não tem problema: anote todas as suas vendas, separe suas contas em pastas, use planilhas, o importante é marcar.

Separe e anote também despesas fixas como água, luz, telefone, aluguel, serviços contábeis, entre outras, além do valor das retiradas mensais. Essa fase de organização engloba também separar as contas pessoais das contas da empresa.

Só assim você conseguirá medir o que de fato sua empresa está gerando de custos e o quanto cada custo, incluindo as retiradas dos sócios, representa na receita total.

A palavra de ordem é: anote, anote e anote! Entre os principais controles, temos:

  • Fluxo de caixa
  • Controle de caixa
  • Controle bancário
  • Controle de contas a receber
  • Controle de contas a pagar
  • Controle de estoques

Para saber mais informações sobre os principais controles, acesse o manual Como elaborar controles financeiros.

Quais informações os controles financeiros podem fornecer para a minha empresa?

  • Projeção de vendas futuras e seus prazos de recebimentos.
  • Projeção das compras futuras e seus prazos de pagamento.
  • Projeção do valor que vai entrar no caixa da empresa referente às vendas já realizadas e quando isso vai acontecer.
  • Levantamento dos compromissos a pagar aos fornecedores e do pagamento de despesas operacionais mensais.
  • Levantamento das disponibilidades financeiras e das necessidades de capital de giro existentes para o período atual e futuro.
  • Levantamento do montante das contas de clientes já vencidas e o tempo de atraso.
  • Levantamento da necessidade de compras e reposição de estoques.

Quais benefícios minha empresa pode ter com a prática de controles financeiros?

Um dos principais benefícios é uma maior tranquilidade quanto aos compromissos financeiros, uma vez que é possível planejar a data de pagamento dos fornecedores com o objetivo de evitar inadimplência ou perda de crédito, além de permitir antecipar decisões caso ocorra alguma dificuldade financeira na empresa.

Outra vantagem é que, a partir da análise dos indicadores obtidos por meio desses controles, é possível desenhar planos de ação, por exemplo:

  • Tomar providências para a cobrança e o recebimento dos valores em atraso.
  • Reduzir estoques de materiais ou de mercadorias.
  • Reduzir prazos de recebimentos de vendas e aumento dos lucros.
  • Definir política de análise de crédito e cobrança.

Se unirmos à utilização dos controles financeiros citados a apuração de resultados mensal, é possível conhecer também indicadores de liquidez (capacidade de pagamento), índices de lucratividade, análise do impacto de cada custo sobre o total das vendas.

Outro indicador importante obtido a partir da apuração de resultados é o ponto de equilíbrio, que pode ser entendido como o ponto de nivelamento no qual a empresa fatura um valor que permite pagar todos os custos e as despesas do período. A partir desse indicador, é possível traçar meta de vendas mensais, semanais, diárias, por colaborador etc.

SEI Controlar o meu dinheiro

Se você é microempreendedor individual (MEI) e quer dicas mais específicas para a sua categoria, assista ao vídeo abaixo e não deixe de conhecer os cursos e as soluções que o Sebrae preparou para você

O valor da gestão
  • Finança na prática

E então, depois dessas dicas está convencido de que uma boa gestão financeira é fator de sucesso para o seu negócio?

Vimos que os controles financeiros são a chave desse processo e que, para ter esses controles, não é necessário um sistema informatizado nem muitos recursos, certo? Basta disciplina e disposição para obter os dados desejados.

Com informações confiáveis e atualizadas, você poderá planejar os próximos passos do seu negócio e tomar decisões com mais tranquilidade, além de estar mais bem preparado para momentos de crise. Com certeza bons motivos não faltam para você começar hoje mesmo a fazer controles financeiros em sua empresa, não é mesmo?

E então... vamos, mão à obra!

Casos de sucesso

Conheça as visões e opiniões de profissionais que continuam mantendo-se competitivos mesmo numa época de mercado turbulento e de contas apertadas.

Consulte e baixe documentos e planilhas

Cursos EAD Sebrae gratuitos para empresas com constituição jurídica (CNPJ):

  • Análise e Planejamento Financeiro
  • Programa Varejo Fácil – controles financeiros
  • Fluxo de caixa
  • Gestão Financeira
  • Controle de Gastos no Serviço
  • Controle de Gastos no Comércio
  • Controle de Gastos na Indústria
  • Contabilidade para Empresários

Autora: Érika dos Santos, administradora, analista técnica e colaboradora do Sebrae/MT desde 2008. Colaborou com este texto Élson Tenório Cardoso, economista e consultor empresarial de gestão financeira.

Voltar para a página inicial do Negócio na prática

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: