ABNT

Como participar do processo de normalização

O procedimento de criação de normas técnicas envolve quatro etapas e a participação de empresários. As demandas devem ser registradas em comitês da ABNT.

Aumentar a competitividade pode significar a permanência de uma empresa no mercado. No Brasil, um mercado muito competitivo em que a taxa de sobrevivência dos empreendimentos é baixa, é preciso saber aproveitar as oportunidades que podem auxiliar os gestores a aumentar a eficiência dos negócios.

A normalização é um fator relevante para a promoção da competitividade das micro e pequenas empresas. No entanto, empreendedores podem ter dificuldade de entender como a normalização afeta o rendimento de suas atividades. Às vezes, não sabem que existem normas que se aplicam aos seus produtos ou serviços.

Por isso, o desafio da inserção das MPE no processo de normalização tem sido uma preocupação da ABNT, que criou um convênio com o Sebrae a fim de informar sobre a importância da aplicação das normas para o sucesso dos negócios.

Na publicação anexa, entenda como participar da elaboração de uma norma técnica e as etapas necessárias para o desenvolvimento de um processo de normalização.

Descubra também por que é importante que os empreendedores participem dessa atividade e saiba mais sobre os órgãos da ABNT que regulam o procedimento e suas atuações.

Acesse a publicação "Como participar do processo de normalização" (em PDF)

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: