LEGALIZAÇÃO DE EMPRESA

Formalização do negócio da música

Entre os benefícios e as oportunidades estão: acesso a linhas de crédito e possibilidade de exportar produtos e serviços e de participar de licitações.

No “Boletim de Música: formalização do negócio da música”, você vai entender quais são as diversas formas jurídicas de formalização a serem escolhidas pelo microempresário que atua no ramo musical.

A decisão deverá ter como base as questões tributárias, os limites de faturamento anual, a quantidade de proprietários/sócios e colaboradores, além de informações adicionais que serão necessárias, no momento do registro, para a definição do enquadramento da empresa.

Que tipo de empresa o empreendedor pode optar para a formalização?

  • Microempreendedor Individual (MEI)
  • Empresário Individual (EI)
  • Sociedade Ltda.
  • Cooperativa
  • Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (Eireli)

Para driblar as armadilhas dos trâmites burocráticos, o empreendedor pode seguir algumas dicas que o ajudarão na abertura de sua pequena empresa:

  • Buscar um contador ou uma empresa de assessoria contábil.
  • Procurar um advogado.
  • Registrar a sua marca.
  • Investir em um serviço de marketing.
  • Fazer um planejamento financeiro.

Acesse o documento "Boletim de música: formalização do negócio da música" (em PDF)

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: