CAPACITAÇÃO

O ciclo de aprendizagem vivencial

Processo usa a experiência para trazer resultados diretos para a vida pessoal e profissional. Conheça a metodologia que pode auxiliar na capacitação de equipes.

Aprender é uma maneira de mudar nossas concepções e visões de mundo, ampliando nosso horizonte de conhecimento. Aprendemos ao ler um livro ou ver um filme, mas também com as vivências cotidianas.

É disso que se trata a aprendizagem vivencial: ao participarmos de uma atividade planejada por um especialista, podemos lançar sobre ela um olhar crítico, ter insights e aplicá-los ao nosso dia a dia.

Veja a seguir as atividades que compõem a aprendizagem vivencial:

  • Vivência: são atividades realizadas individualmente ou em grupo, como dramatização, competição ou fabricação de produtos e peças de arte.
  • Relato: é o compartilhamento de observações e pontos de vista depois da realização da atividade proposta.
  • Processamento: é a discussão sobre os padrões de comportamento ocorridos na atividade por meio de relatos individuais.
  • Generalizações: é a etapa em que se discute como as dinâmicas podem ser aplicadas na vida cotidiana.
  • Aplicação: é o momento no qual os participantes transferem as generalizações para uma situação real e podem planejar comportamentos e ações a serem seguidas.

Entenda mais sobre o processo clicando aqui (em PDF).

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: