ANÁLISE DE TENDÊNCIA

Saiba quais são os cenários para o futuro da construção civil até 2018

Prepare-se para desenvolver ações práticas e enfrentar eventuais desafios no setor nos próximos dois anos a partir de estudo produzido pelo Sebrae.

Para se diferenciar no mercado é preciso estar atento e preparado para as mudanças que estão por vir. Diante de inúmeros fatores de influência no ramo da construção civil que se alteram rapidamente, os empresários precisam de informações que os auxiliem e garantam mais segurança na tomada de decisões estratégicas. 

Pensando nisso o Sebrae produziu o estudo Cenários Prospectivos: o setor de construção no Brasil de 2016 a 2018. Com ele, é possível traçar caminhos e realizar um planejamento mais assertivo e coerente do seu negócio. 

O estudo levantou os dois fatores que mais impactam no setor da construção civil: aspectos econômicos e situação política. A partir daí, chegou a três panoramas diferentes que podem ocorrer até 2018 (por ordem de probabilidade):

  • Expectativa de retomada da governabilidade com potencial estabilidade econômica.
  • Política e economia em sintonia, gerando crescimento.
  • Recessão econômica em meio à instabilidade política.

Para cada um desses cenários, o estudo faz projeções que podem ajudar você a gerenciar da melhor forma o seu negócio.

Ao final de cada cenário destacam-se pontos de atenção, dicas e orientações que abordam temas de ineteresse do pequeno empreendedor da construção civil.

Além disso, a publicação também apresenta: 

  • As tendências do mercado e sua relevancia para a cadeia da construção civil.
  • As possibilidades de aplicações das novas tecnologias no ramo.
  • Estratégias para a aplicação da sustentabilidade no setor com as construções sustentáveis.
  • Panorama atualzado de legislação e normas aplicáveis a esse segmento.

Acesse a publicação Cenários Prospectivos: o setor de construção no Brasil de 2016 a 2018 (em PDF)

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: