Como o Sebrae atua no
segmento de Mercado Digital

O que pensamos

Vivemos tempos fluidos, no qual a colaboração está acima da competição; o coletivo está acima da individualidade; o orgânico está acima do mecânico; o fazer está acima do dizer; trabalho, aprendizado, propósitos e lazer se misturam, o conhecimento é compartilhado e as pessoas se conectam em redes.

Além disso, as divisas dos empreendimentos tradicionais estão diminuindo e, na contramão, uma geração inteira busca um espaço para se encontrar, colaborar, ensinar, aprender e fazer negócios de uma maneira mais informal, flexível, simples, sem julgamentos e livres da pressão de modelos teóricos pré-estabelecidos.

O movimento relacionado às tecnologias da informação e comunicação tem impulsionado o surgimento de novos modelos e alternativas de negócios que não refletem, necessariamente, os métodos convencionais de planejamento e implantação das empresas tradicionais.

Em um ambiente repleto de inovação caracterizado pela velocidade das mudanças e no qual o pensamento coletivo se renova a todo instante, os negócios digitais surgem como importantes motores do crescimento dessa nova economia do conhecimento.

Somado a isso, a evolução tecnológica traz uma mudança de paradigma na indústria de software na qual não apenas os dados de programação precisam estar preparados para atingir maior complexidade, como também as formas de distribuição e comercialização dos softwares precisam se adaptar às exigências do mercado de tecnologia, constituindo diversos novos modelos de negócios.

É grande o número de oportunidades para quem pretende empreender ou expandir seus negócios. O digital abre as portas para a inovação como fator de diferenciação competitiva. No Brasil, há uma intensa atividade digital e um mercado efervescente que cresce cada vez mais com a utilização de meios eletrônicos para compra e venda de produtos e serviços, para maior interação de empresas e clientes a um custo menor e com perspectivas promissoras.

Vale destacar que os serviços relacionados à economia digital são transversais à maioria das atividades econômicas e responsáveis pelo valor agregado – agilidade, qualidade, eficiência, desempenho das empresas.

Sua contribuição para a inovação nos variados modelos de negócios se dá pela aceleração dos processos de relacionamento entre empreendimentos e clientes como fatores indutores da competitividade. A economia digital é um modelo econômico cujas relações são criadas ou transformadas pela tecnologia para o desenvolvimento de bens e serviços intensivos em conhecimento, podendo gerar soluções transversais para todos os setores.

Nesse contexto, o macrossegmento temático de economia digital priorizado pelo Sebrae objetiva potencializar o atendimento aos modelos de negócios cuja utilização da tecnologia evidencia diferenciais competitivos e abre caminho a novas possibilidade de atuação.

O que fazemos

Atento às novas tendências, o Sebrae tem se posicionado como indutor do processo de desenvolvimento do espírito empreendedor e disseminador de conhecimento sobre gestão empresarial. A entidade busca facilitar o desenvolvimento do ecossistema de inovação brasileiro e da economia digital de forma geral por meio da formatação de uma grande rede centrada em inovação. A instituição é um importante conector dessa rede, capaz de estimular e potencializar novas conexões.

Outro ponto importante é o fato de que os empreendedores são os grandes protagonistas do movimento em torno da economia digital. É por eles e para eles que todo o ecossistema trabalha, a fim de buscar sinergia e potencializar novos aprendizados e oportunidades.

No entanto, isso não quer dizer que todos são iguais. Tanto os empreendedores como os atores do ecossistema estão e atuam em diferentes estágios de maturidade. Quanto mais claro e alinhado estiverem as expectativas de ambos, mais o relacionamento será assertivo e apropriado. Dessa forma, foram definidos momentos de maturidade que servem como base para esse atendimento. 

 

Dessa forma, a atuação do Sebrae tem como objetivo desenvolver e fortalecer os negócios digitais atendidos, a partir do fomento ao empreendedorismo e da profissionalização da gestão de seus empreendimentos por meio de ações de capacitação, inovação e mercado.

Parcerias

Hoje temos parceria com diversos players do ecossistema de economia digital. Nosso foco é constante em fortalecer essas parcerias e também em buscar novas entidades e empresas com as quais possamos nos relacionar, desenvolver ações em parceria e fortalecer o ecossistema como um todo. Entre esses parceiros, citamos alguns:

  • Investidores
  • CNI
  • Correios
  • Aceleradoras
  • Espaços de coworking
  • E-commerce Brasil
  • Instituto Euvaldo Lodi (IEL)
  • Instituto Campus Party (ICP)
  • Associação Brasileira de Startups (ABStartups)
  • Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC)
  • Grandes empresas interessadas em realizar desafios conjuntos
  • ONU Meio Ambiente
  • Empresa Braseileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa)

Material de apoio

Para entender um pouco mais sobre o atendimento do Sebrae, acesse a página www.sebrae.com.br/likeaboss. Neste site temos cadastro de startups, diagnóstico para que você avalie o nível de maturidade de sua empresa, conteúdo e publicações classificados em diferentes níveis, além da oportunidade de ter contato com diversas empresas e entidades do ecossistema digital.

 

Fonte: Sebrae Nacional