DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

Como funciona as corretoras de valores

Saiba como contratar, como funciona e as diferenças entre a corretora de valores e um banco.

  • Primeiro passo:

Se você deseja e tem vontade de  investir em:

  • Ações ou;

  • Aplicar no Tesouro Direto.

É necessário a contratação de uma corretora.

Saiba como as corretoras funcionam e como elas podem ajudar sua empresa a fazer ótimos investimentos.

Se você não tem um alto valor para investir mensalmente na Bolsa e no Tesouro Direto, o cadastro em uma corretora, é algo mais acessível para o seu negócio.

Diferenças em aplicação em bancos e corretoras

Os bancos muitas vezes apresentam algumas taxas mais elevadas pelo seu serviço prestado, mas, mesmo assim, as corretoras ainda em muitos casos podem ser uma excelente  alternativa para o seu dinheiro ter maior fluxo.

Se o seu objetivo é apenas programar transferências automáticas para seu investimento, o banco pode ser até mais viável, mesmo que as taxas sejam menos atraentes.

Agora, se você busca ter maiores rendimentos, optar pela corretora pode ser a sua melhor opção. Sabendo que você terá que adaptar seu modo de investir.

Veja abaixo, como funciona uma corretora

A corretora tem como função de mediar a compra e venda de ativos. Ativos são as ações e títulos públicos que são negociados em uma bolsa de valores.

Para quem desejar aplicação em ações ou em títulos públicos é necessário a contratação de uma corretora.

O que mais uma corretora pode oferecer para os que as contratam?

Existem corretoras:

  • Independentes e;

  • Corretoras ligadas a bancos.

  • O processo de cadastro e operações é o mesmo para ambas.

Veja as relações de todas as instituições com autorização para o funcionamento no site do Banco Central.

Como contratar uma corretora de valores?

Escolha a corretora que você mais se agradar, preencha o cadastro no site da corretora, além de um questionário para que a corretora conheça o perfil do investidor. o investidor após ter preenchido o questionário, através do envio de alguns documentos ele deverá  comprovar algumas informações necessárias.

Primeiro passo:
  • Segundo passo:

  • Cópia de CPF;
  • RG, CNH ou Passaporte.

  • Comprovante de endereço.

  • É possível que a corretora peça a assinatura de uma ficha cadastral e/ou termo de adesão e contrato de intermediação.

Segundo passo:
  • Primeiro passo:
  • Saiba mais

  • Fazer um depósito na conta que a corretora informar.

Esse valor de depósito dependerá de quanto você pretende investir. Ex: se você desejar investir 100,00 (cem reais), deverá depositar 100,00 (cem reais) e mais o valor da taxa cobrada pela corretora. Sendo que a  corretora descontará automaticamente o valor da taxa no:

  • Início da operação;

  • Durante o período no qual o dinheiro ficará investido;

  • Ou no final.

Não adianta apenas fazer o depósito, é necessário, que você faça compra da ação ou do título no site da própria corretora.

Saiba mais
  • Segundo passo:

Qualquer dúvida, o Sebrae conta com o “Fale com um especialista”.

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: