ABERTURA DE EMPRESA

Como montar uma distribuidora de bebidas

Saiba mais sobre este negócio que gera excelente retorno financeiro e aprenda o que é necessário para abrir uma empresa neste ramo.

  • Mercado

O segmento de bebidas está em expansão no mercado brasileiro. Em 2007, por exemplo, de acordo com dados do Sindicato Nacional da Indústria da Cerveja – Sindicerv, revelaram que o Brasil era o 4º país do mundo a produzir por volume de cerveja.

Entretanto, com a crise econômica, houve uma queda no volume de vendas de bebidas no país.

Mas as empresas do setor já vem estudando a longo prazo, estratégias para que as vendas voltem a crescer, como por exemplo o investimento em produtos premium, para um público mais seletivo.

Sabendo estruturar o negócio, o empreendedor que deseja abrir uma distribuidora poderá obter um bom lucro, sendo necessário apenas observar alguns pontos que podem fazer a diferença na hora do plano de negócio.

Aprenda a como montar um plano de negócio em nosso artigo "plano de negócio"

Mercado
  • Fornecedores

Observar o comportamento das empresas multinacionais pode ajudar no planejamento  das próximas ações da sua empresa

Todas as operações internacionais da Ambev, por exemplo, registraram crescimento das vendas no segundo trimestre de 2016:

América Latina Sul (+36,2%), América Central e Caribe (+6,9%) e Canadá (+1,4%) - o que contrasta com o desempenho brasileiro de retração das vendas.

Apesar de reconhecer o momento difícil da economia brasileira a empresa continua firme com suas estratégias de crescimento para os próximos trimestre.

Para driblar a crise, a empresa vem apostando na ampliação da exposição das marcas no mercado interno com o patrocínio de eventos e principalmente no incremento das vendas no mercado Premium (que, segundo a empresa, cresceu entre 17% e 19% no trimestre) e até mesmo no avanço na oferta de garrafas retornáveis.

A empresa informou que o volume de vendas de garrafas de vidro de cerveja, especialmente de 300 mililitros, que contam com preços mais baixos, cresceu "mais de dois dígitos" na comparação anual.

Com essas informações a distribuidora pode ajustar o seu planejamento de investimento para os produtos de mais valor agregado, tendo assim maiores chances de retorno financeiro.

 

Localização

A localização ideal é aquela com boa concentração de pessoas, que disponha de espaço físico para estoque e depósito e possibilite uma boa logística com representantes, ou concessionários dos fabricantes de bebidas.

Neste momento o empreendedor precisará analisar :

  • Os imóveis disponíveis
  • O poder aquisitivo da população local
  • O número de concorrentes e a qualidade dos produtos oferecidos por eles.

Um ponto positivo a ser observado é que os consumidores de cerveja, refrigerantes e bebidas em geral são encontrados em todas as regiões do país, caracterizando o público consumidor como bastante abrangente.

Antes de se definir pelo local o empreendedor deve ainda atentar para as características do imóvel em questão.

Dentre os aspectos de infra-estrutura devem ser observados:

  • Disponibilidade de água,
  • Disponibilidade de gás,
  • Qualidade da rede de esgoto,
  • Distribuição de energia,
  • Vias de transporte
  • Exposição (visibilidade)
  • Custo.

 A localização e a estrutura do imóvel deverão estar de acordo com as normas de higiene e limpeza da Vigilância sanitária e com o Plano Diretor Urbano (PDU).

 

Estrutura

A estrutura básica de uma Distribuidora de Bebidas pode ser dividida em:

• Área de Atendimento e Vendas;

• Escritório;

• Depósito / Estoque de produtos;

• Banheiros.

 

Pessoal

A operação de uma Distribuidora de bebidas requer pessoas responsáveis pelo exercício das seguintes atividades:

- Gerência-geral;

- Gestão comercial - envolve o planejamento e execução da política de vendas e coordenação da equipe de vendedores;

- Gestão financeira - inclui a preparação dos relatórios gerenciais, contábeis, relacionamentos com bancos, contador, gestão de RH, TI etc.;

- Gestão operacional e logística – Compreende a administração do estoque, salvaguarda dos produtos armazenados, entregas (motorista); e

- Serviços gerais.

 

Equipamentos

Os equipamentos básicos para a instalação de uma Distribuidora de Bebidas são:

- Balcões de atendimento;

- Calculadoras;

- Carrinho para transporte de carga;

- Carrinhos manuais;

- Computador e software para controle de estoque (vendas, entrada, saída e giro do produto, cadastro de clientes, faturamento, etc.);

- Impressora fiscal para emissão de Notas Fiscais;

- Empilhadeiras;

- Engradados;

- Freezer e geladeiras;

- Impressora de escritório;

- Material de expediente;

- Pallets de armazenagem;

- Telefone;

-Veículo de carga para fazer entregas.

Fornecedores
  • Mercado
  • Aspectos legais

Para uma distribuidora de bebidas, a parceria com fornecedores é essencial, pois os distribuidores constituem o canal de vendas principal para as fabricantes e todo o apoio para as vendas é concedido por essas fabricantes como Força de Marketing com campanhas promocionais, sinalização de produtos e outras vantagens.

 

Canais de distribuição

Aqui será definida a forma como a empresa fará a distribuição dos produtos, que pode ser através de equipes de vendedores, externos, telemarketing e a entrega em domicílio.

O sistema de logística também dependerá da eficiência das entregas, prazos e condições de pagamento e custos se o sistema for terceirizado.

 

Público Alvo:

Definir o público alvo é importantíssimo para o empreendimento. informações como:

  • Faixa etária.

  • Hábitos alimentares.

  • Preferências de bebidas.

  • Faixas salariais.

São alguns dos itens necessários para esta definição.

Sem dúvida alguma, a diferenciação é conseguida pela qualidade e variedade dos produtos comercializados e pelo atendimento aos clientes.

Aspectos legais
  • Fornecedores

Para montar uma Distribuidora de Bebidas, os empresários precisam também lidar com aspectos legais como formalização da empresa junto a Junta Comercial e adquirir Alvarás de Funcionamento dos Bombeiros.

A distribuidora de bebidas deverá ter registro no Conselho Regional de Administração por exercer função privativa da Administração, portanto é importante procurar o Conselho de Administração mais próximo.

Além de ficar atento aos seguintes aspectos:

  • Consulta e viabilidade do nome da empresa;
  • Registro legal na Junta Comercial do Amapá (JUCAP);
  • Registro da inscrição estadual;
  • Registro municipal;
  • Alvará do Corpo de Bombeiros;
  • Alvará de funcionamento;
  • Cadastro na Previdência Social; 

Fique atento as exigências para abertura:

Primeiro, é preciso contratar um contador profissional, que cuidará da legalização da empresa nos seguintes órgãos:

  •  Junta Comercial;

  •  Secretaria da Receita Federal (CNPJ);

  •  Secretaria Estadual de Fazenda;

  •  Prefeitura Municipal, para obter o alvará de funcionamento;

  •  Enquadramento na Entidade Sindical Patronal em que a empresa se enquadra (é obrigatório o recolhimento da Contribuição Sindical Patronal por ocasião da constituição da empresa e até o dia 31 de janeiro de cada ano);

  •  Caixa Econômica Federal, para cadastramento no sistema “Conectividade Social – INSS/FGTS”;

  •  Corpo de Bombeiros Militar.

Marketing

A distribuidora de bebidas poderá divulgar seus produtos, distribuindo folhetos, folders e em canais de comunicação como rádio.

E de forma comercial com visitas de representantes comerciais à bares, lanchonetes, restaurantes, lanchonetes, empresas de eventos e etc.

O empreendedor precisa estar atento principalmente às perspectivas de mercado, a partir daí fazer um bom planejamento estratégico, com base em pesquisas e informações sólidas que deverão nortear as decisões a serem tomadas no que diz respeito à localização, e ao público alvo. Assim as chances de sucesso para sua distribuidora aumentam.

Eai, Gostou do nosso artigo?

Para saber mais sobre planejamento estratégico acesse o link.

Caso tenha dúvidas entre em contato com nossos consultores.

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: