FLUXO DE CAIXA

Saiba como impedir que seu dinheiro caia pelo ralo

Saiba como usar a gestão financeira a seu favor e ter controle do fluxo de caixa.

Gestão financeira
  • Medidas de controle

A gestão financeira implica não só em controle, mas em conhecer o seu negócio.

Saber administrar o dinheiro não é tarefa das mais fáceis, mas é possível obter bons resultados com a adoção de técnicas simples de organização e fluxo de caixa. Nem sempre dinheiro em caixa representa lucratividade assim como, às vezes, o fluxo de caixa poderá apresentar saldos negativos, sem que isso signifique que o caixa esteja negativo.

A melhor maneira de evitar “surpresas” com endividamentos é ter sobras para investimentos e aquisições. Os negócios precisam seguir o lema “primeiro receber e depois pagar”. 

Medidas de controle
  • Gestão financeira
  • Cuidados

Para isso, segue algumas dicas para lhe auxiliar:

  • O controle das contas a pagar e contas a receber deve ser feito por ordem de datas de vencimento;
  • O cruzamento da sequência de recebimentos com a sequência de pagamentos, em  data que possua dinheiro em caixa. Caso o cruzamento indique que haverá valor de pagamento superior ao valor do recebimento, deverão ser ajustadas conforme a movimentação do caixa a fim de evitar a necessidade de contrair empréstimos. Às vezes, a solução é postergar alguns pagamentos ou conseguir a antecipação de recebimentos. 
  • Para controlar e tomar decisões estratégicas mais eficazes não basta ter apenas as informações de entradas e saídas de recursos. É necessário projetar faturamento baseado no histórico do fluxo de caixa anterior do mesmo período, respeitando a sazonalidades e fatores econômicos situacionais.  

Cuidados
  • Medidas de controle

Conheça o tripé da estruturação financeira. Não é possível analisar se a empresa está com uma boa situação financeira analisando apenas um desses aspectos.

1. Caixa – registro e conciliação financeira

Registro de caixa das entradas e saídas, contas a pagar e a receber, movimentação bancária, valor de venda do estoque e fluxo de caixa projetado.

2. Lucro – apuração de resultado de um período

Demonstrativo de resultado de exercício – DRE, total de receita - Custos e despesas = lucro ou prejuízo, perceber na composição preço de venda - PV a necessidade reajustar os custos do produto/serviço, margem de lucro e consequentemente ajustar também a quantidade a ser produzida buscando o ponto de equilíbrio parametrizando o PV com o mercado.

3. Patrimônio – análise da estrutura ou balanço patrimonial

Definida pelos Bens da empresa, estoque, caixa, enriquecimento x empobrecimento, capital de giro, tendências de crescimento, endividamento e rentabilidade.

 

Por Erick Leal - Analista do Sebrae no Amapá

Melhore ainda mais este artigo. Deixe sua contribuição.

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: