IDEIA DE NEGÓCIO

Seja uma consultora de mães de primeira viagem

Faça da sua experiência como mãe, uma forma de obter renda. Veja como.

Empreendedorismo
  • Tipos de consultoria

A gravidez é um momento ímpar na vida da mulher.

Por isso, existe toda uma preparação para a chegada do bebê, que vai desde a escolha do nome, passando pelo quarto até os cuidados nos primeiros meses com amamentação, banho, cólicas.

Muitas destas fases e situações só poderão ser aprendidas na prática, como é praticamente tudo novo, as mães de primeira viagem ficam ansiosas e apreensivas, imaginando se vão conseguir fazer tudo direitinho.

Nesses momentos, o ideal é ter alguém experiente por perto para ajudar, ensinar e dividir.

Esta é a função da consultora ou assessora de mães de primeira viagem.

Com carinho, ela deve auxiliar a mãe em todas as fases da maternidade.

Essa ideia de negócio que já faz sucesso na Europa e nos Estados Unidos, e já chegou ao Brasil demonstrando que pode ser um negócio rentável.

Veja como empreender ajudando as mães de primeira viagem.

Tipos de consultoria
  • Empreendedorismo
  • Público-alvo

Existem vários tipos de assunto que uma consultora pode abordar.

Para isso, basta criar um esquema de todas as fases que uma mãe passa, antes e depois do nascimento do bebê.

É importante fazer cursos na área, que geralmente são oferecidos por outras mães.

Fazer cursos técnicos como de primeiros socorros também contam muito.

Veja quais consultorias podem ser oferecidas de maneira específica ou geral.

Fica a seu critério quais especialidades abordar:

  • A escolha do enxoval: escolher peças chave, que são fáceis de colocar e que podem ser utilizadas em diferentes ocasiões. Além de jogos de cama e banho adequados;

  • Primeiros cuidados: saber cuidar do umbigo do bebê, o que fazer durante as cólicas, métodos para dormir;

  • Consultoria em amamentação: parte fundamental da nutrição do bebê, por vezes pode ser difícil para a mãe conseguir amamentar. Aqui serão utilizados métodos para facilitar esse processo

  • Hora do banho: muitas mães têm medo de dar banho no bebê. Como segurar, as melhores posições e formas de dar banho podem ser ensinadas também.

  • Cuidados com a saúde: estar atenta às consultas, vitaminas e sinais de febre ou gripe e o que fazer serão repassados à mãe.

  • Cuidados com a alimentação: após os 6 meses, as mães podem optar por introduzir alimentos sólidos na alimentação do bebê. Com a orientação de um nutricionista, a consultora pode ajudar a criar métodos para que o bebê passe a gostar dos alimentos.

Público-alvo
  • Tipos de consultoria
  • Divulgação

Mães de primeira viagem, pais, avós, tios, tias, gestantes, tentantes.

Existe uma vasta opção de pretensos clientes.

Nesse ponto é importante pesquisar a demanda.

Mercado

O índice de natalidade no Brasil é alto, portanto, existe uma grande demanda para a consultoria de mães de primeira viagem.

Para avaliar se vale a pena, se tornar uma consultora, pesquise se esse serviço já existe em sua região, quantas pessoas fornecem e o diferencial de cada uma.

Este fator pode determinar o seu diferencial.

Divulgação
  • Público-alvo

Como mãe, você já tem experiência para dar apoio a outras mães de primeira viagem, com aprendizado, cursos e formações a consultoria se torna possível.

Mas para acontecer você também vai precisar divulgar sua ideia.

Uma estratégia eficiente é criar perfis e páginas nas redes sociais, além de um site.

Você pode contratar um profissional para administrar as suas redes sociais de forma eficiente.

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Amapá - Sebrae, apoia aos pequenos negócios. Então, confira em nosso Portal outros assuntos que vão ajudar seu negócio a crescer ainda mais.

 

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: