Incentivos

Financiamento não reembolsável

Conheça as principais fontes e formas de obter recursos para o seu projeto

No Brasil, muitas associações, entidades de representação, governos municipais e Micro e Pequenas Empresas (MPE) têm se dedicado a desenvolver projetos voltados para inovação, melhoria da educação e da saúde, qualidade de vida da população e preservação do meio ambiente, além do desenvolvimento econômico local. Porém, muitos não dispõem de capital para investir nesses projetos. Por isso, é importante estar atento às oportunidades oferecidas por financiamentos não reembolsáveis.

Os recursos não reembolsáveis são aqueles em que o incentivo não funciona como um empréstimo, dedução fiscal ou investimento, já que pode vir não apenas em forma de dinheiro, mas também de divulgação, consultoria, auxílio para contratação de profissionais, entre outros tipos de ajuda.

De acordo com o analista do Núcleo de Captação de Recursos do Sebrae Minas, Francis Bossaert, para que o empreendedor tenha sucesso na captação desse recurso é essencial ter um projeto consistente e definições claras sobre o que pretende fazer, para que, e por que. “Não se esqueça de escrever o que o financiador quer ler e saber, para convencê-lo a investir na sua ideia”, explica Bossaert.

Com o projeto pronto, o empreendedor deverá buscar informações e oportunidades para desenvolver e manter atualizado um banco de financiadores e licitações, estruturar um “book” de patrocínio ou proposta de captação e estabelecer relação de parceria, para não perder os parceiros atuais enquanto conquista novos.

Lembre-se que os recursos não reembolsáveis podem ser conseguidos principalmente por meio de editais (projetos, pesquisa, etc.), patrocínios, condicionantes, crowdfunding, prêmios (captação indireta), doações (pessoa física e jurídica), leis de incentivo fiscal, emendas parlamentares (SICONV – SIGCON), entre outros.

“Para começar, busque informações em instituições que estão na mesma linha do seu projeto. Organize-se, esteja sempre atento às oportunidades oferecidas no mercado, seja por empresas e instituições públicas ou privadas”, recomenda o analista do Sebrae Minas.

Na próxima edição do Sebrae Notícias, vamos falar das principais formas de captação de recursos não reembolsáveis.

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: