ECONOMIA CRIATIVA

Radar da Economia Criativa

Confira o primeiro mapeamento da economia criativa de Minas Gerais

Sobre o Radar

Doze em cada 100 negócios da economia criativa no Brasil estão em Minas Gerais. São mais de 63 mil empresas, a grande maioria de micro e pequeno porte.

O estado é o segundo do país em geração de empregos no setor, com mais de 457 mil pessoas ocupadas nas diversas atividades da economia criativa.

Os dados são de um estudo inédito realizado pelo Observatório do P7 Criativo – Agência de Desenvolvimento da Indústria Criativa de Minas Gerais.

O Radar da Economia Criativa foi elaborado no intuito de compreender sua estrutura de geração de riqueza e emprego, identificar polos regionais de criatividade, bem como de avaliar a participação dos setores criativos mineiros no conjunto da economia do estado.

Ele se baseou na abordagem proposta pela Conferência das Nações Unidas para o Comércio e o Desenvolvimento (UNCTAD), que distingue três tipos de criatividade: artística, científica e econômica.

As atividades incluídas no levantamento mineiro se dividem em quatro grupos: Mídia, Cultura, Criações Funcionais e Tecnologia e Inovação.

Acesse o Radar da Economia Criativa

Sobre o P7 Criativo

Inaugurado em 2016, o P7 Criativo oferece acesso aos conteúdos de mentoria, capacitação e outros serviços ofertados pelas organizações fundadoras: Fiemg, Sebrae Minas, Codemig e Fundação João Pinheiro. 

Para se instalar no P7 Criativo, os empreendedores aderem a uma das modalidades de contrato, mensal, semestral ou anual. As opções são flexíveis, para apoiar os negócios em sua fase inicial. 

Conheça o P7 Criativo

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: