APRENDIZAGEM

Tributação para Cervejas Artesanais

Saiba como tributar suas cervejas artesanais

O mercado

As cervejas artesanais vieram para ficar. Elas conquistaram o público pela variedade e sabor e os empreendedores pelos números.

O Brasil é hoje o terceiro maior mercado consumidor de cerveja do mundo, atrás dos Estados Unidos e China. As cervejas especiais representavam 8% do mercado nacional da bebida em 2012 e encerraram 2014 com uma participação de 11%, segundo o Sindicato Nacional da Indústria da Cerveja, que aponta a existência de 300 microcervejarias no país. A projeção é de que essa cota suba para 20% em 2020.

Todo esse mercado em potencial não atrai apenas empreendedores entusiastas que querem criar seus próprios rótulos, mas também movimenta outros mercados como os sites de vendas, fábricas de embalagens e empresas de importação de ingredientes.

Tributação

Uma das maiores dificuldades enfrentadas pelos produtores é o processo de análise e simulação de tributos para a definição do preço de venda.

A tributação pode variar conforme o estado de destino do produto, tipo de cliente (atacadista, varejista, consumidor Final), volume da embalagem e da produção anual.

Pensando nisso, o Sebrae em Minas Gerais criou a ferramenta Interativa Tributação para Cervejas Artesanais.

Acesse e conheça as sete etapas de desenvolvimento do preço de venda e o passo a passo para a correta tributação.

Ferramenta Interativa Tributação para Cervejas Artesanais

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: