MICROEMPREENDEDOR INDIVIDUAL

Quero ser MEI em Mato Grosso do Sul

Veja como tornar-se dono de um negócio legalizado, com CNPJ, previdência e assessoria do Sebrae para se tornar lucrativo e competitivo.

Entenda

O trabalhador conhecido como informal pode se tornar um Microempreendedor Individual legalizado e passar a ter CNPJ, o que facilitará fazer compra e venda com nota fiscal, a abertura de conta bancária, participar de licitações e ter acesso a benefícios do INSS como auxílio-maternidade, auxílio-doença, aposentadoria, entre outros.

Para ser um microempreendedor individual, é necessário faturar até R$ 60.000,00 por ano ou na média R$ 5.000,00 por mês, não ter participação em outra empresa como sócio ou titular e ter no máximo um empregado contratado que receba o salário-mínimo ou o piso da categoria.

A abertura não tem custo e o MEI terá como despesas apenas o pagamento mensal de R$ 46,85* (INSS), acrescido R$ 5,00 para prestadores de serviço(ISS) e/ou R$ 1,00 para comércio e indústria (ICMS).

A guia para pagamento dos boletos pode ser emitida no Portal do Empreendedor.



Capacite-se

 Quando se aprende a fazer certinho, fica muito mais fácil gerenciar o negócio. O Sebrae preparou duas opções gratuitas para que você não perca tempo e comece a estudar agora mesmo.

E depois?

Consulte a Prefeitura para verificar as regras da sua atividade e do endereço da sua empresa. A liberação do seu alvará definitivo depende de cumprir essas regras.

Depois de se capacitar e cumprir todas as regras, é hora de preencher suas informações cadastrais no formulário de inscrição online que está disponível no www.portaldoempreendedor.gov.br.

Não sabe como fazer?

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: