LIDERANÇA

Como delegar atividades e obter melhores resultados

O ato de entregar um trabalho a outro indivíduo pode apresentar problemas imprevistos. Entenda como contorná-los e garantir um bom resultado.

A delegação de responsabilidades a um funcionário requer muito mais que apenas um pedido de realização de tarefas. É necessário que se explicite diversos fatores relacionados à tarefa delegada, desde seu prazo às regras específicas daquele trabalho. ??

Os motivos para se delegar uma tarefa a outro podem ser dois: a necessidade de fazer com que o outro cresça e adquira experiência com um certo tipo de atividades, a longo prazo, ou a necessidade de imediata de se transferir funções a fim de “desafogar-se”. De toda forma, é preciso que se oriente e planeje de forma atenciosa, pois a responsabilidade pela tarefa e seus resultados não passa a ser completamente do outro.

Ainda podem ser necessários acompanhamento a avaliação do que está sendo alcançado. Tratar a situação de outra forma caracteriza um abandono da tarefa, como se estivesse entregando-a a outro sem maiores considerações pela eficiência com a qual será executada. Outros fatores que requerem atenção são:

  • Em primeiro lugar, note bem se a pessoa escolhida para encabeçar a tarefa é a melhor opção. Escolher entre o mais capaz e o mais disponível pode ser a diferença entre bons e maus resultados. Analise suas opções e trabalhe com aquele que tem a capacidade de executar um bom trabalho;?
  • Seja claro e conciso no que quer. Não adianta entregar um trabalho a outra pessoa sem detalhes do que deve ser feito e como deve ser feito. É necessário que haja atenção aqui, pois um detalhe mal exposto pode ser a diferença entre um bom resultado e algo indesejável;?
  • Defina se há limitações para o trabalho, ou quais diretrizes o indivíduo deve seguir para não excedê-las;?
  • Acompanhe o andamento da tarefa de tempos em tempos. Isso garante que tudo esteja de acordo com o alinhamento original e, acima de tudo, cria um ambiente de cooperação e confiança, oferecendo direcionamento ao executor do trabalho e te torna ciente do que está acontecendo de certo ou errado;?
  • Dê autonomia a quem está encarregado da tarefa. Crie uma sensação de independência, no sentido de que não há a necessidade de aprovações e/ou consultas constantes para que se dê um próximo passo no trabalho. Se o indivíduo foi escolhido por sua capacidade profissional, deixe que ele a exerça. ?

O último ponto, mas não menos importante, é o da relação de confiança a ser mantida neste período de delegação. É necessário que haja, de sua parte, ciência e confiança nas capacidades de quem receberá a tarefa, mas também nas suas próprias. Entenda quais seus próprios pontos fortes e fracos, saiba onde pode auxiliar de fato e entenda o porque está delegando tal trabalho ao invés de executar você mesmo. Siga esses passos e veja um resultado mais que satisfatório se formar.

Se quiser entender mais a respeito de delegação de atividades, acesse artigo no portal da Endeavor Brasil e busque os melhores resultados possíveis no seu negócio.

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: