COMUNICAÇÃO

Como o marketing pode ajudar minha empresa

O marketing é uma aposta que uma empresa faz para chegar ao cliente.

Sobre o Marketing
  • Eficácia do marketing

Todo empreendedor quer o melhor futuro possível para a sua empresa. Para que o desejo se torne realidade, é preciso mais do que apenas vender um produto ou serviço. Desde o planejamento, a inauguração até o momento em que o negócio comesse gerar lucros é preciso tomar muitas decisões. Entre elas, tente encaixar estratégias de marketing. O planejamento é fundamental para prosperar e se destacar entre os concorrentes.

A raiz etimológica da palavra “market” significa comércio. Ao adicionar o sufixo “ing”, podemos transformar a palavra em algo como “vender agora”. Existem muitas dicas para o negócio dar certo, mas escolher estratégias de marketing e fazer um estudo do mercado traz todo o diferencial. Com estratégias de marketing é possível atingir o público certo e de maneira eficaz para um produto ou serviço. Engana-se quem pensa que apenas empresas maiores precisam de mercadologia, ou marketing.

O que é marketing

Antes de analisar propostas e estratégias, é preciso conhecer o conceito da palavra marketing e aprender sobre o que os trabalhadores do rumo fazem.

Também conhecido como mercadologia, o marketing trabalha com o aumento da procura em relação a oferta de uma empresa. As técnicas utilizadas procuram aumentar o tamanho do grupo que vai atrás dos serviços ou produtos oferecidos por empresas específicas, mesmo quando estiver entre concorrentes.

O serviço também abrange o estudo do mercado e de estratégias para beneficiar um negócio, modificando a gestão, de modo que ela possa fidelizar compradores já existente e também para atrair novos clientes.

Algumas pessoas pensam que as estratégias oferecidas representam o marketing como um todo, mas na verdade elas não passam de uma pontinha do iceberg. Por baixo, onde o empresário e os cliente não vêm, existe longos estudos feitos para otimizar a situação das empresas.

 

Os quatro “P”

O marketing se baseia no conceito dos 4 P para verificar as informações primárias do cliente que está os contratando, para então analisar soluções viáveis em cada negócio. Esse nome existe pelo fato de as informações estarem divididas em 4 pilares básicos das estratégias. Eles são referentes as seguintes palavras iniciadas com a letra “P”:

  • Produto – apesar do nome, deve-se incluir também os serviços ofertados. Dentro de produto deve-se incluir as características do que é vendido. É preciso definir quais as necessidades que o produto resolve, como ele é, como funciona e onde será utilizado. A análise conta com características físicas e diferenciais;
  • Preço – se trata de quais valores serão cobrados pela solução fornecida pela empresa. O dinheiro é o grande movimentador do negócio. Além do lucro, o preço de venda final deve considerar todas os custos, despesas e investimento. O retorno monetário que irá sustentar as negociações com os fornecedores, a distribuição de produtos e pagar os funcionários. É preciso delimitar faixas de preço de cada produto, comparar o preço aos dos concorrentes e analisar a reação dos clientes durante a compra. Aqui também deve conter se existe a necessidade de ações de preço;
  • Praça – é referente a colocação do produto no mercado. O item conta com a análise de como o cliente vai chegar até as soluções oferecidas pela empresa. Serve para saber onde o consumidor costuma buscar pelos produtos e serviços. A praça se preocupa em otimizar a distribuição, tanto no meio físico, quanto no meio digital;
  • Promoção – a promoção vem com o significado diferente do que a promoção relacionada à liquidação. Ela se trata da maneira como a mensagem é promovida até os clientes. O item mostra como a empresa passa de despercebida até a fidelização do comprador. Analisa-se as possíveis sazonalidade e se cria uma comparação da promoção dos concorrentes.

Essas informações ajudam a empresa a vender mais, guiam as campanhas e ainda permite conquistar e fidelizar os clientes de maneira assertiva. Quanto mais dados forem coletados, melhor será a análise feita.

Eficácia do marketing
  • Sobre o Marketing
  • Dicas para empresas

Muitas empresas podem ver o marketing como um gasto, quando na verdade ele é um investimento. Normalmente, quanto mais você injetar dinheiro, maior será o retorno. Veja o que esse serviço pode fazer por uma empresa:

  • Aumento das vendas – é o motivo mais comum da utilização de estratégias de marketing. Faz com que o produto vendido se torne uma necessidade para que seja adquirido;
  • Fidelização – o marketing não serve apenas para conseguir novos clientes, ele ajuda a fidelizar aqueles que já conhecem a marca, fazendo com que ele volte a consumir novamente;
  • Visibilidade – o marketing torna a empresa mais conhecida para o grupo de pessoas mais suscetíveis a fazer uma compra;
  • Branding – a necessidade de compartilhar valores e ideais faz com que seja criada uma imagem da empresa na mente do consumidor. O branding aproxima pessoas que possuem pensamentos parecidos com aquilo que é vendido;
  • Relacionamento – a relação da marca deve ser construída não apenas com os clientes, como também para os parceiros. Serve para se aproximar do público e de colaboradores.

Importância da Propaganda

          Para que uma marca ocupe o lugar na mente de um cliente é necessário estratégia. O marketing é uma aposta que uma empresa faz para chegar ao cliente. Para se tornar mais eficaz, podem ser feitas propagandas de publicidade.

          A propaganda tem o poder de levar ao público soluções que ele ainda desconhece. Quando não se utiliza essa ferramenta, o serviço ou produto vendido continua sem ser conhecido pelo público que ele deseja atingir.

          Para conseguir fazer uma mensagem chegar no destino com a intenção certa, é preciso utilizar persuasão e mostrar uma necessidade, que muitas vezes o consumidor nem sabia que possuía.

          A empresa até pode criar sua própria propaganda, mas sem o acompanhamento de um profissional, as chances de escolher uma abordagem certa diminuem. Em grande parte, se escolhe uma comunicação que já foi eficaz no passado, mas que não funciona na atualidade.

          A publicidade foi a responsável para que as maiores empresas do mercado conseguissem atingir o patamar em que estão posicionadas. Elas até se tornam referência quando se trata de relacionamento com o consumidor. Mesmo bem posicionadas, elas não param de fazer propaganda para continuarem em primeiro lugar em relação aos concorrentes. Quando se atinge esse ponto, de liderança, a auto divulgação serve para solidificar a presença da marca.

Inovação

A falta de novas soluções no mercado é um problema que muitas empresas não conseguem solucionar. Precisa-se de uma equipe que acredita no que faz e que consiga trazer novas propostas, resolvendo problemas de uma maneira criativa. Quem não está sempre inovando acaba sendo passado para trás pelos concorrentes.

Novidades conseguem facilmente seduzir novos clientes. Um bom design e novas ferramentas conseguem fazer a compra mesmo quando o item não é necessário. Então mais uma das estratégias é a inovação.

As técnicas de relação com o cliente devem continuar mudando em conjunto com o mercado. Não se deve interromper a mudança de publicidade, que quando feita da maneira certa, continua se aperfeiçoando cada vez mais.

Dicas para empresas
  • Eficácia do marketing

Muitas vezes tudo o que foi descrito anteriormente, dificilmente é suportado por pequenas empresas ou por aquelas que não possuem tanto capital para investir. Veja dicas que podem ser colocadas em prática para o marketing de sua empresa:

  • Investir em uma identidade fundamental é o primeiro passo a ser dado por uma marca. Deve-se escolher logotipos que consigam passar a mensagem desejada para o consumidor. Pode-se fazer cartões de visita, folders, papel timbrado, embalagem personalizada e outros;
  • Montar um site pode ser eficaz para obter também clientes que utilizam a internet. Digitalizar uma empresa e investir na montagem de uma página da web permite que haja a conexão, de forma mais abrangente, com quem busca por aquilo que está sendo ofertado;
  • Invista em links patrocinados e otimize o site da empresa, para que ele fique posicionado nos primeiros resultados do Google, de acordo com palavras-chave que envolvem a empresa. É preciso utilizar técnicas de SEO para conseguir chegar no topo da busca;
  • Utilize as redes sociais para se relacionar com os clientes, divulgar produtos e serviços. Marcas engajadas vendem mais, e com a internet também é possível obter o feedback de quem já conhece os produtos e serviços. Com o retorno de quem comprou é possível melhorar os pontos negativos e otimizar os pontos positivos;
  • Vire blogueiro(a) para criar autoridade no assunto relacionado à sua marca. Os temas devem incluir soluções e dicas para o público-alvo. Além de destaque, ganha-se mais confiabilidade com os usuários. O blog deve conter atualizações frequentes e contar com conteúdo autêntico. Nada de cópias.

Agora que já foi definido o significado de marketing e mostrado sua eficácia, tente aos poucos implementar os pontos apresentados. Muitas vezes no início, uma empresa não tem verba o suficiente para investir em estratégias de marketing da maneira que deseja. É importante que conforme o dinheiro entre, ele seja investido para atrair mais clientes. Saber qual seu público-alvo é o primeiro passo para começar a usar o marketing para impactá-los.

Mesmo quando se trata de uma empresa pequena, é possível começar lentamente implementando novas ações. O serviço pode até parecer caro, mas com o retorno o empresário deve conseguir pagar os custos das estratégias utilizadas e ainda reverter-lo em um aumento de receita no final do mês. Como já dizia Henry Ford “Se eu tivesse um único dólar, investiria em propaganda”.

O Sebrae elaborou o Guia de Marketing para pequenos negócios. Uma série em vídeos curtos e materiais complementares. Inscreva-se gratuitamente:

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: