FORNECEDOR

Empresários da construção civil de Roraima participaram de evento

O objetivo da Feicon Batimat é prospectar novos fornecedores, identificar tendências e inovações para o mercado. O Sebrae Roraima levou 6 empresários.

A feira
  • Projeto Sebrae em RR

Com uma programação temática bem extensa envolvendo apresentações de personalidades, empresas de grande importância no setor da construção civil internacional, a 24a edção da Feicon Batimat reuniu pessoas de todo o mundo em um único espaço em São Paulo.

O evento ganhou tanto destaque no Brasil que já faz parte do calendário do setor em todo o país.

De Roraima, o Sebrae levou seis empresários, que participaram de lançamentos, acompanharam as tendências e aprenderam soluções eficientes para atender ao exigente mercado da construção roraimense. Todos os participantes fazem parte do Projeto Cadeia Produtiva da Construção.

A Feicon Batimat é um Salão Internacional da Construção onde os empresários podem conferir todas as tendências do setor. O evento atrai um público altamente qualificado formado por engenheiros, arquitetos, profissionais do setor, além do público que está construindo ou renovando, vindo de todo o Brasil e do exterior.

A analista técnico do Sebrae-RR e gestora do projeto no Estado, Lêda Catrine Santos, destacou que a Feicon Batimat teve a finalidade de prospectar novos fornecedores, identificar tendências de mercado, inovações em produtos e serviços e proporcionar novos conhecimentos. “Podemos afirmar que o evento trouxe mais conhecimentos, facilitou o acesso aos fornecedores e discutiu as principais necessidades do mercado, de uma forma dinâmica e acessível”, informou.

Com 24 edições de história e vivendo um novo momento, a Feicon Batimat é o único evento da América Latina que proporciona uma visão completa do mix de setores da construção civil e arquitetura, em um só lugar. A iniciativa é referência por ser considerada uma plataforma e inovação, conteúdo, negócios e relacionamento para os milhares de visitantes.

Participaram da Missão Feicon as seguintes empresas de Roraima: Amazônia Granitos, Concrete, Ferrart, HC Tintas, LMP Empreendimentos e Madeireira Cambará.

Projeto Sebrae em RR
  • A feira
  • Missão técnica em SP

Lêda comentou que o segmento da construção enfrentou períodos difíceis nos útimos anos, mas conseguiu se restabelecer no mercado. No ano passado, a construção civil no Brasil foi o setor da economia que registrou maior queda.

“Os anos de 2016 e 2017 registraram uma crise muito forte no setor, porém em 2018 o momento foi de recuperação, mesmo sendo em pequenas proporções e gradativamente. Diante disso, o papel do Sebrae em Roraima é de grande relevância para auxiliar os empresáios nesse atual cenário de reconstrução econômica”, salientou a gestora.

No Estado, os empresários dispõem do projeto Cadeia Produtiva da Construção desenvolvido pelo Sebrae em Roraima. A iniciativa oferece consultorias, curso, oficinas e palestras voltadas para o aperfeiçoamento da cadeia da construção, além das ações de aproximação comercial com o Comércio Brasil e ações de inovação e tecnologia com o Sebraetec.

Missão técnica em SP
  • Projeto Sebrae em RR

Uma vasta exposição e uma variedade de experiências, com foco em negócios, conteúdo, inovação e relacionamento, fazem com que a Feicon seja o início do calendário da construção civil no País.

“A missão foi bastante produtiva e rica em conhecimento. Acreditamos que todo o conteúdo adquirido ao longo dos dias, possibilitou e ampliou ainda mais as relações dos empresários da construção de Roraima com o mercado internacional, fazendo com que as empresas do Estado estejam equiparadas às demais das grandes metrópoles”, disse Lêda.

Ela ressaltou que o Projeto Cadeia Produtiva da Construção desenvolvido pelo Sebrae-RR no Estado e responsável por levar os empresários à São Paulo é realizado junto às empresas de pequeno porte, microempresas e microempreendedores individuais, com a proposta de desenvolver os pequenos negócios da cadeia de casa e construção.

“O Sebrae-RR busca proporcionar as empresas participantes melhorias da competitividade e produtividade, bem como o relacionamento de negócios entre as empresas”, completou a analista técnico.

Lêda Catrine contou ainda que fazem parte do projeto os segmentos de lojas de aluguel de máquinas e equipamentos, artefatos de concreto, cerâmico, construtora, madeira e móveis, materiais de construção, pedras e rochas, serralheria e serviços de engenharia.

Saiba mais sobre o Projeto Cadeia Produtiva da Construção em Roraima

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: