ATITUDE EMPREENDEDORA

Sebrae em Roraima estimula cultura empreendedora no público jovem

Por meio do projeto Despertar professores recebem capacitação sobre os pilares do empreendedorismo para orientarem jovens e adolescentes.

  • Despertar

Jovens que ajam como protagonistas nas decisões da própria vida, elaborando projetos pessoais de forma mais acertada, com planejamento e segurança. Essa é a principal conquista almejada pelo projeto Despertar, realizado pelo Sebrae em Roraima.

Em 2018, 30 professores de escolas públicas e privadas passaram por capacitação para atuarem como facilitadores na formação de alunos do ensino médio, nas instituições educacionais que lecionam, em mais uma edição do projeto. Com carga horária de 32 horas a capacitação foi voltada para a valorização do relacionamento que já existe entre professores e alunos.

O enfoque é a formação de alunos enquanto indivíduos utilizando a cultura empreendedora como uma filosofia de vida, complementando as habilidades necessárias para que estruturem suas ações e minimizem riscos para alcançar suas metas de vida e futuro.

Os educadores trabalham a modelagem de negócios, com aproximadamente 400 alunos de 15 instituições de ensino. São utilizados o planejamento estratégico e explorados materiais didáticos mais densos, além do Canvas. Este modelo de negócios é uma forma lúdica de planejamento, de forma simplificada e rápida, utilizando um quadro para o gerenciamento estratégico, que permite esboçar modelos novos ou existentes, abrindo a possibilidade de ser modificado a qualquer momento.

Em maio de 2018, os alunos começaram a participar de oficinas que deram início à metodologia do projeto nas escolas.

Despertar
  • IFRR

Desde sua criação em 2008, o projeto tem crescido bastante a cada ano, buscando “despertar” todo o potencial empreendedor dos estudantes de forma que estabeleçam um projeto de vida bem planejado. Esta é a 12a edição do projeto.

O curso é desenvolvido pelo Sebrae em Roraima por meio do Programa Nacional de Educação Empreendedora, que envolve diversos parceiros e a novidade este ano foi o Instituto Federal de Roraima.

Conforme a gestora do projeto, a parceria com o IFRR é uma conquista importante, uma vez que a instituição tem o olhar empreendedor como estratégia de ensino e alcança diversos municípios de Roraima. Elissandra Costa, gestora do Programa de Educação Empreendedora, da Unidade de Capacitação Empresarial e Cultura Empreendedora do Sebrae em Roraima, ressalta a preocupação da instituição em “despertar” o pensamento empreendedor em benefício de soluções tanto para a vida pessoal quanto escolar desses jovens.

“Queremos construir indivíduos mais seguros e proativos. Quanto antes eles aprenderem a importância de se planejarem, organizarem suas ideias e assumirem o controle das suas atitudes, melhor será o caminho em busca dos objetivos, minimizando ao máximo os riscos e sabendo lidar com eles”, afirmou.

Instrutora do Despertar desde 2016, Cláudia Campelo lembra que a prática de empreender precisa torna-se uma cultura. Sendo assim há grande responsabilidade na capacitação dos professores, para que eles absorvam o conhecimento na sua vivencia e consigam passar adiante com a mesma qualidade.

“Precisamos estimular o protagonismo desses adolescentes, ajudando-os a serem mais independentes e autoconfiantes. Ao final do projeto eles devem apresentar um produto a ser comercializado ou um projeto que faça a diferença na vida das pessoas de alguma forma”, explicou.

IFRR
  • Despertar
  • Replicadores Metodologia

Este é o primeiro ano de participação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima e o coordenador de empreendedorismo da instituição, Wilson Alves da Silva Filho, explica que faz parte das diretrizes do instituto ações voltadas para o empreendedorismo e inovação. A intenção é que os alunos saiam com uma mentalidade diferenciada.

O professor explica que embora a instituição já trabalhasse o empreendedorismo de forma indireta, este ano foi implantada uma coordenadoria voltada exclusivamente para o tema. Dessa forma, o IFRR firmou a parceria com o Sebrae, para que trabalhem de forma mais ativa junto aos alunos. A intenção é prepara-los não apenas para o gerenciamento de negócios, mas para o mercado de trabalho e para vida.

“O Sebrae tem uma expertise muito grande nessa área com material de qualidade e uma preocupação real de que o professor de fato aprenda para repassar aos alunos de forma adequada. Essa capacitação com toda certeza vai colaborar e reforçar muito todo o aprendizado que queremos colocar como algo presente na vida desses adolescentes, de forma que adotem verdadeiramente as características do comportamento empreendedor”, disse.

Replicadores Metodologia
  • IFRR

Luciana de Souza, responsável pelo projeto na Secretaria Estadual de Educação, destaca a importância do projeto para os jovens em um momento decisivo que gera muita ansiedade.

“Enquanto parceiros do Sebrae nos sentimos privilegiados, percebemos o entusiasmo dos professores, o que é fundamental, uma vez que eles serão os responsáveis em aplicar de fato o projeto. A parceria só traz benefícios, inclusive para as nossas vidas”, afirmou.

Professora da Escola Estadual Lino Augusto da Silva, na Comunidade Indígena Campo Alegre, Adeilda de Oliveira Peixoto, comemora a oportunidade de poder levar novos conhecimentos para a região.

“Essa área me chama muita atenção, porque trabalho com vendas e hoje precisamos nos capacitar o tempo todo. A oportunidade de poder dividir isso com minha comunidade é gratificante. Todo conhecimento e novidade que levamos para a nossa escola contribuem muito com o nosso desenvolvimento”, contou.

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: