O design pode ajudar tanto a conhecer os consumidores quanto a organizar a operação da loja de forma criativa e produtiva. Ele pode ser responsável por soluções que muitas vezes  otimizem a comercialização não só daquela peça, mas também de novos produtos.

Colocando em prática o design no varejo de moda

Os negócios de moda precisam ser muito bem planejados na perspectiva do consumidor, para que você o atraia e venda mais. E o design pode ser um diferencial nesse segmento. Entenda como nas dicas que separamos para auxiliar você.

1- Entenda do cliente

Identificar vontades, necessidades e desejos dos clientes são alguns pontos de partida. E você pode utilizar a internet e as redes sociais para entender as preferências dessas pessoas. Cada público tem uma maneira de interação diferente e é muito importante que você compreenda o cliente para ter bons resultados no seu negócio. Quanto maior for o conhecimento sobre ele, maior será a possibilidade de inovar e aumentar a competitividade em relação aos concorrentes.

Entendendo essa linha de raciocínio, pode-se entender também o perfil de cada consumidor  para sensibilizá-los com eficiência e atraí-los para sua loja.

Características dos consumidores de moda

O consumidor de moda tem características específicas. Elas são potencializadas pelas épocas ou fases comportamentais, não se esquecendo das tendências predominantes que direcionam o consumo.

 

2- Faça a identidade visual da sua marca

A marca é composta por um nome, por um símbolo ou pela combinação desses elementos destinados a identificar um negócio, seus produtos e serviços. Esse conjunto tem como objetivo diferenciar uma empresa das outras do mesmo segmento, criando assim uma relação única e exclusiva com seu consumidor.

A identidade visual, incluindo a marca, está presente tanto em negócios com espaços físicos como no ambiente online, desde o seu cartão de visita até o perfil da empresa nas redes sociais. Ela precisa ser compreensível, ligada aos produtos comercializados e, principalmente, conectada com seu cliente.

A identidade visual, incluindo a marca, está presente tanto em negócios com espaços físicos como no ambiente online, desde o seu cartão de visita até o perfil da empresa nas redes sociais. Ela precisa ser compreensível, ligada aos produtos comercializados e, principalmente, conectada com seu cliente.

A criação de um logotipo é a primeira etapa e precisa passar informações visuais diretas e claras. Cada detalhe de seu desenho, cor, tamanho e tipo ou forma das letras faz com que seja mais ou menos lembrado.

Com a logomarca feita, crie etiquetas próprias, dando uma identidade visual ao seu produto. Gráficas rápidas disponibilizam esses serviços confeccionando desde etiquetas de preço a etiquetas técnicas e promocionais. Uma outra ideia é a etiqueta de marca, produzida em material de metal ou bordado, que podem ser colocada nas roupas. Cartões de visita também são uma ótima opção para divulgação, pois podem ter  Informações como telefone, endereço e redes sociais para contato.

3- Valorizando o produto

Um produto divulgado facilita a compra e a venda e você pode utilizar as redes sociais e a loja online para isso. A criação de perfis comerciais no Instagram ou no Facebook está cada vez maior e segue a mesma linha de ação da loja online. Quanto mais fotos e informações sobre o produto, maior a chance do consumidor se interessar e comprar.   

Essas ferramentas atuam como uma “vitrine”, e por isso deve estar bem estruturada para vender eficientemente os produtos do site. Aliás, com o aumento crescente das lojas online, torna-se necessária a valorização do produto no e-commerce, e não somente na loja física. Isso inclui: 

  • Publicação de fotos de boa qualidade, que mostrem o produto em todos os ângulos.
  • Descrição clara e objetiva das características do produto.
  • Oferta de cores e tamanhos.
  • Uso de recursos como música e vídeos.
  • Promoções para atrair e fidelizar o usuário, transformando-o em cliente.

 4-Experiência de compra

O consumidor atual, independentemente do estilo, está mais exigente e busca novos atrativos na hora da compra. Entendê-lo é ter em mente que o consumo está ligado à  experiência que ele terá. Portanto, os vendedores devem conquistar a confiança de todos e tratá-los com igual cortesia. Mesmo no fechamento do negócio, é primordial que o cliente se sinta confortável e satisfeito.

Uma experiência de compra agradável desde o contato com vendedor até a hora do  pagamento, proporciona ao cliente uma sensação de conforto e acolhimento. Cliente bem tratado e feliz com a experiência de compra significa cliente satisfeito, que, além de voltar a consumir seus produtos, vai divulgar a marca para sua rede de relacionamentos.

 

  • Entenda como construir e consolidar a sua marca é uma ação indispensável para garantir o sucesso no varejo de moda. Confira aqui.
  • Confira neste vídeo o evento de encerramento do Projeto de Setor Segmento de Varejo de Vestuário e saiba informações relevantes de gestão do tempo e tendências para o setor de moda.
  • Confira as tendências de moda para a primeira metade de 2020. Acesse aqui.

Fonte:

Tags: Moda, Design, Vendas, Varejo

Que tal continuar explorando?