Antes de começar qualquer projeto, é importante se organizar, mapear estratégias e pensar em uma metodologia que funcione como imaginou. E no mercado comercial não poderia ser diferente. Estar atento às tendências, sempre se atualizar e escolher estratégias para que seu produto tenha uma boa visibilidade é essencial para que seu negócio seja um sucesso.

A metodologia de pirâmide visa a exatamente isso. Dividida em três partes, tem como objetivo estruturar a forma de pensar os produtos. A primeira etapa, a dos 10%, é o que podemos chamar de carro-chefe para a composição da coleção, o DNA da empresa. É onde acontece o desenvolvimento dos produtos, representando a inovação, a criação e o conceito da sua marca. Pensar que tipo de produto quero vender, qual será o meu público-alvo e o que ele procura, para a partir daí, decidir que peças devo comprar.

A segunda parte, os 30%, é a chamada “fase de assertividade”.  É o momento de ponderar e ranquear o que foi feito na fase anterior. É nela em que são identificadas as tendências de mercado e o momento em que é analisado o que funcionou para, a partir daí, planejar as compras dos próximos produtos produção.

Na fase final, que representa 60% das atividades, é quando o volume de mercadorias e a precificação são estabelecidos. Durante essa etapa podemos consolidar nosso produto, pois trata-se da fase do desenvolvimento. A partir daqui, pode-se aumentar o volume de compras, estabelecendo um preço e agregando valor aos produtos e, consequentemente, à marca.

Procure ter sempre essa metodologia em mente, já que todas as etapas podem ser consideradas fundamentais para definir o seu espaço no mercado e possibilitar, dessa forma, uma análise mais aprofundada para a montagem da próxima coleção.

Quer saber mais?

Para saber um pouco mais sobre a metodologia da pirâmide e tendências para 2019, confira este conteúdo Sebrae.

Que tal continuar explorando?