Um layout bem pensado pode ampliar suas vendas, facilitar o fluxo das pessoas e explorar a melhor disposição dos produtos, bem como proporcionar uma experiência positiva de compra e fazer com que seus clientes voltem a consumir na sua empresa: minimercado, restaurante, entre outros estabelecimentos.

Uma das questões mais importantes para o planejamento de um bom layout é conhecer o fluxo de clientes. Nesse sentido, é preciso induzir os consumidores a percorrer um determinado caminho, desde a entrada até a saída, para que passem pelo maior número possível de pontos de exposição.

Esteja atento, também, à sua porta de entrada, para que ela seja suficientemente grande para permitir o ingresso de cadeirantes, a passagem de produtos de maior porte e até uma maior visualização do interior da empresa

Um bom layout utiliza a melhor forma dos espaços disponíveis. E deve considerar:

  • O acesso dos consumidores.
  • O local do caixa.
  • O local de estoque e armazenamento.
  • A disposição dos acessórios para colocação dos produtos (gôndolas e displays).
  • A disposição das mercadorias e dos corredores, observando a passagem dos clientes.
  • A iluminação, que pode e deve ser utilizada para destacar produtos.
  • A higiene. O empresário deve ter atenção especial com o chão: além de estar limpa, a empresa precisa parecer limpa.
  • As cores.

Exposição dos produtos

O primeiro passo é entender o comportamento do consumidor no processo de compra. Para isso, são úteis os conceitos de compra planejada, a qual ocorre quando a pessoa já decidiu antecipadamente o que comprar, a quantidade e a marca; e o de compra por impulso, na qual ela é influenciada por diversos estímulos (especialmente visuais) e decide pela compra no ponto de venda.

Os fatores que determinam o estilo de comunicação visual são chamados tecnicamente de merchandising, ou seja, é a forma correta de se comunicar com o cliente. Para indicar esse estilo devem ser observados: o segmento do seu negócio, o perfil do consumidor e a filosofia de atendimento estabelecida. A partir desse entendimento, o visual merchandising pode ser utilizado para influenciar o comportamento do consumidor dentro do ponto de venda, chamando sua atenção, estimulando a compra por impulso e criando facilidades para que ela se concretize.

Algumas dicas para melhorar a exposição dos produtos:

  • Organize tudo por categorias e subcategorias.
  • Perto do caixa, posicione os itens com maior margem e mais suscetíveis a compras por impulso.
  • Fique atento à data de vencimento. Se estiver muito próxima, os produtos devem ser retirados ou sinalizados de maneira bastante evidente.
  • Remova embalagens e produtos danificados, busque manter todos os produtos organizados e não deixe gôndolas vazias.
  • O preço deve sempre estar próximo do produto, sem prejudicar a leitura de informações técnicas.
  • Utilize materiais de merchandising com moderação, evitando obstruir a visualização do produto ou mesmo causar confusão no consumidor pelo excesso. Esses materiais servem para facilitar a localização dos produtos e estimular a venda.

 Saiba mais

  • Depois de conquistar seu cliente com o visual, é hora de arrasar no atendimento. Este curso online do Sebrae tem tudo para aumentar a qualidade e encantar quem entra na sua empresa. Matricule-se.
  • Além de dar uma melhorada no seu ponto de venda, é preciso atrair clientes para que te visitem. E uma boa estratégia de comunicação pode chamar muita gente. Descubra como fazer isso.
  • Entenda quais pontos são essenciais e influenciam no desempenho de minimercados. Saiba como aprimorar o seu empreendimento.
  • Saiba como pequenos varejistas podem aumentar os lucros e adotar práticas sustentáveis para crescer cada vez mais.

Fonte:

Tags: Alimentação, Produtos, Layout

Que tal continuar explorando?