O primeiro passo para organizar uma ação para sua empresa é um orçamento bem-feito, prevendo despesas para determinado prazo. A ideia é se preparar com antecedência, pensando em como agir em relação a aumento de vendas, rendimentos, contratações e controle de despesas. Caso esse planejamento seja projetado para o ano seguinte, a melhor hora para prepará-lo é, geralmente, entre outubro e novembro, deixando um tempo para alterações que vão surgindo.

Alinhar o orçamento com o plano de negócios da sua empresa é essencial, pois, dependendo do tipo de negócio, esse período pode abranger de três a cinco anos de duração.

Essa ferramenta, porém, não é muito utilizada pela maior parte dos empresários, e, quando é usada, muitas vezes é aplicada de forma incompleta. Elaboramos algumas dicas a serem levadas em conta na hora de utilizar essa estratégia. Confira:

 Formato

Considere o formato de uma Demonstração do Resultado do Exercício (DRE), já que esse modelo possibilita uma estimatia não só das receitas e despesas da empresa, mas também da sua rentabilidade.

O que incluir

O orçamento é uma previsão das receitas e gastos que ocorrerão ao longo de um determinado período. Logo, a ideia é começar a prepará-lo pelo chamado “operacional”, ou seja, as vendas, de acordo com serviço ou produto. Isso será importante para avaliar o crescimento específico das vendas e os custos de produção ou prestação de serviços, como matéria-prima, mão de obra e outros aspectos. Itens como aluguel, custos de financiamento ou renda de aplicações financeiras também devem ser levados em conta.

Quem envolver

Todas as áreas da empresa devem ser consultadas na elaboração do orçamento. A importância dessa comunicação faz com que nenhuma questão fique pendente, garantindo melhor cumprimento de metas, além de ser uma maneira de motivar tda a força de trabalho, unificando as atividades.

Divulgação

A divulgação deve ser feita para todos os níveis da empresa e pode garantir o envolvimento e o comprometimento de todos.

Acompanhamento

Acompanhar as etapas de aplicação é essencial. Reuniões mensais são um bom exemplo de ações de acompanhamento. Elas podem ajudar na hora de discutir o desempenho de cada área e abrir espaço para apresentação de sugestões, como a descontinuidade de um produto ou ajustes na gestão de despesas.

Aprovações

Após elaborar, divulgar e acompanhar o orçamento, a ideia é fazer com o orçamento não se desvie dos seus objetivos. Qualquer gasto não previsto deve ser analisado e discutido.

Atualização

O objetivo principal de um orçamento é ser um instrumento de acompanhamento e gestão, portanto, é importante manter esse mesmo padrão de planejamento para todas as ações. Quaisquer alterações e novos investimentos devem ter esses documentos como referência.

Que tal continuar explorando?