O que antes poderia ser visto como um luxo ou até um produto inacessível, agora está virando moda em todo o país. O crescimento de confeitarias, lojas de bolo e docerias gourmet mostra que novos sabores são bem-vindos e que até mesmo as receitas doces mais tradicionais podem ganhar novas versões.

Empreendimentos gastronômicos que comercializam doces e bolos finos, com receitas tradicionais em nova roupagem, têm apresentado um crescimento expressivo:

 

Outro fator que mostra o poder de crescimento desse nicho é que, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicab), a produção de chocolate tradicional cresce 10% por ano, enquanto a média do mercado gourmet gira em torno de 20%.

Espaço para pequenos negócios

Um dos grandes diferenciais do segmento é oferecer produtos artesanais, ou seja, que não são produzidos em larga escala e se destacam pelo sabor diferenciado, menos industrializado. Neste contexto, as pequenas empresas saem na frente, já que podem explorar esse nicho e conquistar os clientes pelo toque “caseiro” e uso de ingredientes de alta qualidade.

De acordo com dados divulgados pela Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (Abip), em 2018, o Brasil possui mais de 70 mil padarias, sendo a maioria delas classificadas como micro e pequenas empresas. A associação também afirma que a próxima década promete ser ainda melhor para o setor, com a expansão das chamadas “padarias gourmet”. A tendência é que esses empreendimentos ampliem cada vez mais os serviços e possam competir com os supermercados, oferecendo produtos e serviços variados.

Destaque-se pelo diferencial

O grande diferencial dos negócios classificados como gourmet é o uso de ingredientes nobres e de alta qualidade. Portanto, o público consumidor desse tipo de doce também é muito exigente e até está disposto a pagar mais caro por um produto, desde que realmente atenda às expectativas. Assim, é importante usar produtos selecionados e investir na apresentação, independentemente do modelo de negócio que o empreendedor deseja seguir. 

A qualidade dos ingredientes utilizados é um dos pré-requisitos para a produção de qualquer tipo de doce gourmet.

Para cada um desses modelos de negócio, é necessário definir também como serão feitas as vendas e a distribuição dos produtos. O empreendedor pode optar por:

  • Ter um ponto fixo, ou seja, atuar sempre no mesmo endereço.
  • Ter um ponto móvel (como um food truck), que se desloca pela cidade, mudando de endereço frequentemente.

Além disso, também é possível pensar em três modelos de vendas: somente no ponto (o cliente vai até o estabelecimento), somente por encomenda (a produção é feita conforme demanda e a entrega é acordada com o cliente) ou conjunta (venda no ponto, tendo também a opção de receber encomendas).

O Sebrae preparou um relatório com informações valiosas para o seu negócio gourmet. Faça o download gratuito na íntegra.

Fonte:

Tags: Investimento, Doces, Torteria

Que tal continuar explorando?