this is an h1

this is an h2

Wed Feb 16 11:37:18 BRT 2022
Planejamento | DEFINIÇÃO ESTRATÉGICA DO NEGÓCIO
Setor de turismo se organiza para o pós-pandemia em 2022

Expectativa é de resultado até melhor do que o de 2019 por demanda reprimida e orientação é focar em novas experiências

· 16/02/2022 · Atualizado em 16/02/2022
Imagem de destaque do artigo

Mesmo com a nova variante de covid-19 assustando os brasileiros neste início de ano, o mercado de turismo prepara novidades com a expectativa de ter resultados em 2022 até melhores do que no pré-pandemia. Os últimos dois anos foram difíceis, mas as iniciativas de capacitação do setor indicam o caminho para a recuperação.

100% da malha aérea

No Paraná, por exemplo, o Aeroporto Afonso Pena, na Região Metropolitana de Curitiba, voltará a contar com rotas de passageiros para Buenos Aires, na Argentina, a partir de abril deste ano. Os vôos internacionais haviam sido interrompidos a partir da capital paranaense em 28 de março de 2020, mas representam parcela importante dos turistas que desembarcam por lá.

Em audiência no Senado, o presidente da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), Eduardo Sanovicz, disse que espera que, nos primeiros 100 dias do ano, a malha viária no Brasil será restaurada em 100% ao nível pré-covid. Para destinos internacionais, ele acredita que o retorno será mais lento devido a restrições sanitárias impostas por outros países. Mesmo assim, considerou que, para a recuperação do movimento turístico, é fundamental investir na singularidade e na diversidade da produção cultural do país.

Foco nas experiências

De olho nessa retomada, um projeto apoiado pelo Sebrae do Paraná preparou 14 novas experiências turísticas na Região Metropolitana de Curitiba, que vão de feiras gastronômicas a um “glamping”, que é a união de camping com glamour, montado com todo o conforto e sobre carroças. Com a demanda reprimida por lazer e viagens, as viagens tendem a ser mais longas e é importante que cada região explore melhor as próprias características, para criar atrações diferentes.

Outras regiões também se preparam. Em entrevista para o jornal mineiro “O Tempo, o secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira, afirmou esperar para meados do ano a volta com força do turismo de negócios. Apesar de reconhecer que os encontros online seguirão com força, ele lembra que congressos e eventos costumam ser pontos de partida para que os participantes conheçam a cultura e experiências verdadeiras.

Capacitação

Na hora de oferecer passeios e pacotes de viagem, os agentes de turismo precisam estar atentos para aquele local, prato ou atração que “só se vê aqui”. Trabalho que a presidente da Associação Brasileira das Agências de Viagens (Abav), Magda Nassar, afirmou que muitos fizeram, com capacitações e especializações nos últimos dois anos. Ela sugere um reforço na comunicação do setor, por meios físicos ou pela internet, para aproveitar o momento em que as pessoas mostram que as viagens são o desejo de consumo do momento.

Telegram

Quer acompanhar dicas e novidades sobre o setor de Turismo? Acompanhe nossa comunidade Sebrae Turismo, no Telegram.

Aacesse: https://t.me/sebraeturismo



O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora