this is an h1

this is an h2

Mon Jul 11 21:44:32 BRT 2022
Mercado e Vendas | DEMANDA DE CONSUMO
Cicloturismo: uma oportunidade de negócio que cresce a cada pedalada

Viajar de bike é saudável para o turista e para o receptivo. Conheça esse turismo ecológico, econômico, divertido e lucrativo.

· 16/06/2022 · Atualizado em 11/07/2022
Imagem de destaque do artigo

A cada pedalada nasce uma excelente oportunidade de negócio. Esse é o ritmo em que cresce o cicloturismo, uma alternativa de viagem que combina à perfeição com os tempos em que vivemos. A modalidade mais econômica e ecológica de transporte permite contemplar paisagens com calma, fazer paradas onde e quando quiser, apreciar a natureza fazendo um exercício físico vigoroso e compartilhar os bons momentos com amigos ou família. 

Se o viajante encontra todas essas vantagens ao viajar montado na sua bike, desnecessário salientar o imenso potencial de negócios que o cicloturismo vai criando, conforme os pedaleiros vão atravessando as cidades ou percorrendo rotas. São inúmeras as possibilidades mas, todas elas exigem educação e respeito quanto à importância do transporte alternativo como meio de locomoção. 

Costume antigo e comum em outros países, como na França, onde tradicionalmente o programa pós-aposentadoria é pedalar pelos campos, no Brasil o cicloturismo chegou de forma mais estruturada já neste século. Em 2006, foi criada a primeira rota oficial, o Circuito Vale Europeu, em Santa Catarina. 

Hoje, existem opções para quem deseja pedalar ao longo do dia e voltar a tempo de descansar na própria casa, e outras de longa duração, com uma ou mais estadias ao longo do trajeto, e envolvendo vários meios de hospedagem e serviços de apoio. Também há rotas para todos os perfis, desde iniciantes até experientes.

Várias rotas são criadas, destinadas a atrair viajantes para as cidades por onde passam, como o Circuito das Araucárias, em Santa Catarina; a Rota do Vulcão, criada pela Associação de Ciclistas de Poços de Caldas (ACPC), uma rota desafiadora e com paisagens belíssimas, realizada ao redor de uma cratera vulcânica e outras.

Rotas de peregrinação, também, assistem ao surgimento de acompanhantes devidamente montados em suas bikes. Como o Caminho da Fé, a mais tradicional rota de peregrinação do país, iniciando-se em Águas da Prata/SP até Aparecida/SP, que ganhou nos últimos anos a adesão de um volume crescente de ciclistas.

Importante frisar que o cicloturista costuma ser, também, um cicloativista, ou seja, a bike é uma paixão e visão de mundo, muito mais do que mero meio de transporte. Ter isso em mente e oferecer segurança e conforto é divisor de águas entre disponibilizar pousada e realmente prestar serviços no circuito biker.

Pedalando na oportunidade

Conforme o cicloturismo se expande, aumentam exponencialmente as ideias de negócio e vão surgindo serviços que, a princípio, parecem úteis e, ao longo do tempo, se firmam como indispensáveis. 

Sites abordando o tema, ofertas de produtos específicos para o segmento, surgimento de agências e operadores especializados. Tudo isso desperta a atenção das secretarias de turismo dos municípios, que percebem a vantagem de implantar redes de rotas de cicloturismo em suas cidades.

O Ministério do Turismo vem estruturando e promovendo trilhas de longo curso. Já foram mapeadas mais de 100 cidades brasileiras e 3,5 mil km em parques nacionais para a prática da atividade. Ainda, segundo a Associação Brasileira do Setor de Bicicletas, houve um aumento de 118% no número de vendas de bikes durante a pandemia. 

Com esses números impactantes e o potencial do setor, há uma tendência natural para que ocorram mais ofertas na prestação de serviços, sendo uma boa opção de nicho de mercado a ser explorado pelas micro e pequenas empresas do setor hoteleiro, de serviços receptivos, fornecedoras de equipamentos esportivos e muitas outras.

Um ponto importante que deve ser observado por todo empreendedor que já atua no setor ou que está pretendendo ingressar neste segmento é a questão da segurança, sendo necessário dispor de um Sistema de Gestão de Segurança (SGS) em conformidade com a Norma Técnica da ABNT ISO 21101:2014. No documento, devem constar todos os detalhes para que o passeio ou viagem seja realizado de forma segura.

O cicloturismo é tendência global, crescendo nos mais diversos locais do mundo. Em um país continental, de clima tropical, repleto de belezas naturais, grandes parques nacionais, diversidade cultural e um povo acolhedor, tem tudo para se consolidar como uma forma de viagem divertida, saudável e econômica. E para gerar inúmeras oportunidades lucrativas para novos e antigos empreendimentos.

Saiba mais

Aprenda a receber bem o cicloturista e transforme paixão em ótimos negócios! Para saber mais:

Aprenda a montar uma agência de turismo receptivo.

O Sebrae oferece diversos cursos online para o setor do turismo, como esse que ensina a desenvolver atrativos turísticos gerando oportunidades de negócios

Telegram

 Participe você também, acompanhe as notícias
e dicas para sua área de atuação.

Confira abaixo os canais já existentes no Telegram: 


 Sebrae Turismo

https://t.me/sebraeturismo


 


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora