Fri Oct 21 10:05:47 GMT-03:00 2016
Inovação | INOVAÇÃO

Dia Mundial do Turismo

Com o uso da tecnologia, as pessoas buscam interatividade, mobilidade e informações sobre cada local. É uma experiência que integra o mundo real com o virtual.

· 26/09/2016 · Atualizado em 21/10/2016

Em comemoração ao Dia Mundial do Turismo, o Sebrae apresenta sua nova forma de atuar com os pequenos negócios do setor, por meio do projeto Turismo Inteligente.

Baseado no conceito de Destinos Turísticos Inteligentes (Smart Destination), concebido pelo governo espanhol, o Sebrae, a partir de 2017, implementará projetos de Turismo Inteligente. É importante salientar aqui a diferença entre Destinos Turísticos Inteligentes e Cidades Inteligentes. As principais diferenças estão relacionadas aos limites geográficos, ao público-alvo e à interação com os visitantes.

As cidades levam em conta competitividade, capital humano e social, participação, mobilidade, recursos naturais, qualidade de vida. E, no caso dos destinos turísticos inteligentes, há três pilares: governança, tecnologia e desenvolvimento sustentável.

Para o desenvolvimento dessas inovações no turismo, algumas definições e implementações são necessárias:

  • Participação qualificada das lideranças empresariais nas governanças do setor.
  • Ambiente de negócios favorável aos pequenos negócios de turismo.
  • Competitividade dos destinos turísticos.
  • Aproximação entre os elos da cadeia de valor, incluindo as empresas dos segmentos que não são líderes.
  • Presença dos empreendimentos turísticos no mundo digital.
  • Novos modelos de negócio.
  • Soluções tecnológicas para os pequenos negócios e para os destinos turísticos.
  • Conectividade e interatividade também para ambos, pequenos negócios e destinos turísticos.
  • Oferta de experiências turísticas que encantem os viajantes.
  • Ocupação de espaços públicos.
  • Sustentabilidade dos destinos turísticos.

Vantagens para todos

Os destinos inteligentes aumentam a percepção de valor tanto dos turistas quando da população local. É um conceito ganha-ganha. Veja as vantagens no gráfico abaixo:

Principais características dos destinos inteligentes

  • Têm espaço turístico inovador.
  • Dispõem de tecnologia de ponta.
  • Valorizam o capital humano.
  • São focados no desenvolvimento sustentável.
  • Sabem gerir os recursos de forma eficiente.
  • Garantem mais competitividade ao setor.
  • Possibilitam experiências de qualidade aos turistas.
  • São integrados e interativos.
  • Oferecem acessibilidade.

No Brasil

Influência das smart cities nos destinos inteligentes

O Brasil está no caminho do desenvolvimento de cidades inteligentes e isso pode influenciar diretamente no surgimento desses destinos. Com a estrutura dessas cidades, fica mais fácil a adequação e o desenvolvimento desses territórios turísticos.

Confira as 10 cidades mais inteligentes do país em 2016, segundo o ranking do Connected Smart Cities:

Webinar

Este ano, em comemoração ao Dia Mundial do Turismo, o Sebrae promoveu um webinar sobre design e acessibilidade. Você sabe como esses dois fatores podem gerar oportunidades para os pequenos negócios? Assista ao vídeo com nossos especialistas e fique por dentro das novidades.

Para saber mais sobre destinos inteligentes

Assista à fala de Shiro Karashima sobre o Turismo para Todos

Compartilhar

O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Conteúdo relacionado

Fale com o Sebrae

Converse online, por chat ou email, com os técnicos do Sebrae
para tirar dúvidas e receber orientações sobre o seu negócio.
É gratuito!

Converse agora