ac am rr pa ap ma pi ce rn pb pe al se ba to mt ro ms go df mg es rj sp pr sc rs
  • RSRio Grande do Sul
  • SCSanta Catarina
  • PRParaná
  • SPSão Paulo
  • MSMato Grosso do Sul
  • RJRio de Janeiro
  • ESEspírito Santo
  • MGMinas Gerais
  • GOGoiás
  • DFDistrito Federal
  • BABahia
  • MTMato Grosso
  • RORondônia
  • ACAcre
  • AMAmazonas
  • RRRoraima
  • PAPará
  • APAmapá
  • MAMaranhão
  • TOTocantins
  • SESergipe
  • ALAlagoas
  • PEPernambuco
  • PBParaíba
  • RNRio Grande do Norte
  • CECeará
  • PIPiauí
menu Sebrae

Cursos e Eventos

Cursos e Eventos presenciais

Confira a programação do Sebrae no seu estado e inscreva-se já.

Cursos Online

Matricule-se nos cursos online 100% gratuitos e estude sem sair de casa.

Wed Jan 23 14:54:18 GMT-03:00 2019
Finanças
Entenda a importância da diversificação das formas de pagamento
Além de cartões de crédito e débito, você também pode permitir que a clientela pague por meio de dispositivos móveis ou oferecer boleto bancário.
Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos

Ampliar as opções de pagamento é estar preparado para atender a todos os tipo de clientes, tanto aquele que pagará à vista como o outro que fará o pagamento em cartão. Ou, ainda, aquele que vai utilizar seu smartphone ou tablet para finalizar a compra, além de abrir um canal para atrair e fidelizar esse cliente. 

O cartão de crédito ainda é o mais popular entre os consumidores brasileiros, principalmente por suas duas maiores vantagens: praticidade e prazo de pagamento. Movimentando o maior volume de dinheiro e impactando na venda das empresas.

Os estabelecimentos comerciais devem ter equipamentos fixos ou móveis integrados aos terminais de emissão de nota fiscal para realizar a venda por débito ou crédito.

Nos  cartões de débito, o pagamento é feito à vista. Nesse caso, ele é um meio seguro porque dispensa o porte de dinheiro em espécie. O empresário garante o recebimento do valor pelo preço total do serviço ou produto, reduz a inadimplência e promove agilidade nas transações.

Conheça a diferença entre tipos de cartão, taxas das administradoras, custos de operações e o impacto disso na rentabildade do negócio.

O estímulo ao consumo abriu o mercado e ampliou a concorrência. Há alguns anos o mercado era dominado por grandes operadoras e bandeiras de cartões de crédito, mas quebrando a exclusividade, surgiram as bandeiras nacionais e regionais, além dos cartões de supermercados.

Embora esteja dentro da modalidade de pagamento à vista, essa opção é importante  para aquele que não quer usar cartão de crédito e é uma forma barata para comerciantes e clientes. É método prático porque pode ser pago em qualquer instituição bancária, casas lotéricas e agência dos Correios, e pode ser disponibilizado para qualquer cliente, independentemente de ele ter conta em banco ou não. 

Converse com o seu gerente no banco e veja qual melhor forma de geração de boletos para você oferecer ao seu cliente.

Mais um reflexo da expansão do universo online a tendência no mercado são os serviços de pagamento por dispositivos móveis.

Especialmente para o Microempreendedor Individual (MEI), maior beneficiário dessa tecnologia, há a possibilidade de acoplar um pequeno dispositivo ao próprio telefone, que funcionará como uma maquininha de crédito ou débito. Há empresas brasileira que oferecem esse tipo de serviço e podem cobrar pelo dispositivo, além da taxa por transação.

Ainda é possível explorar outra opção, como o pagamento por meio de mensagens de texto (SMS). Tanto o empresário como o cliente devem ter o chip que permite realizar esse tipo de procedimento. Que funciona da seguinte forma:

  • A empresa insere os dados da compra no próprio celular;
  • Os dados são encaminhados via SMS para o telefone do cliente;
  • O cliente insere a senha para autorizar a transação
  • O valor é debitado do cliente, que possui um crédito já disponível, ou será cobrado napróxima fatura dos serviçosde telefonia ou da operadora de cartão de crédito.

O mercado de transações financeiras tem visto a tecnologia NFC como potencial substituta dos cartões de crédito e débito, ela permite a troca de informações entre os dispositivos móveis sem a necessidade de cabos. Não é necessário digitar senha, mas alguns aparelhos possuem leitor biométrico e podem solicitar a impressão digital do consumidor. Basta encostar o smartphone do consumidor no equipamento da empresa que faz a leitura e a transação, de crédito ou débito, para o pagamento ocorrer instantaneamente.

A tecnologia NFC tem atraído a atenção até mesmo de grandes fabricantes de celulares, como a Samsung e a Apple, que já dispõem de serviços exclusivos de pagamento por celular: o Apple Pay e o SamsungPay, ainda não disponíveis no Brasil.

Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos

O conteúdo foi útil para você?

Conteúdo relacionado

Converse online com o Sebrae

Tire suas dúvidas em tempo real e receba dicas sobre os seus negócios
diretamente dos nossos especialistas em pequenas e microempresas.
Um serviço gratuito para você.

Converse agora