ac am rr pa ap ma pi ce rn pb pe al se ba to mt ro ms go df mg es rj sp pr sc rs
  • RSRio Grande do Sul
  • SCSanta Catarina
  • PRParaná
  • SPSão Paulo
  • MSMato Grosso do Sul
  • RJRio de Janeiro
  • ESEspírito Santo
  • MGMinas Gerais
  • GOGoiás
  • DFDistrito Federal
  • BABahia
  • MTMato Grosso
  • RORondônia
  • ACAcre
  • AMAmazonas
  • RRRoraima
  • PAPará
  • APAmapá
  • MAMaranhão
  • TOTocantins
  • SESergipe
  • ALAlagoas
  • PEPernambuco
  • PBParaíba
  • RNRio Grande do Norte
  • CECeará
  • PIPiauí
menu Sebrae

Cursos e Eventos

Cursos e Eventos presenciais

Confira a programação do Sebrae no seu estado e inscreva-se já.

Cursos Online

Matricule-se nos cursos online 100% gratuitos e estude sem sair de casa.

Sun Apr 19 16:40:15 GMT-03:00 2020
Mercado e Vendas
Melhore as vendas do seu negócio de alimentação fora do lar
Com a pandemia da Covid-19, os empreendimentos do setor precisam se adaptar aos novos hábitos de consumo. Confira alguma dicas que vão orientar esse processo.

Os impactos causados pela crise do coronavírus têm sido intensos para o segmento de alimentação fora do lar. Com a recomendação das autoridades sanitárias para que as pessoas evitem circular e trabalhem de casa,a procura por esse serviço acaba diminuindo.

Para contornar a crise, é preciso se readequar a essa nova realidade, e muitos estabelecimentos têm tentando contornar a situação reforçando o serviço de entrega, o que é uma boa alternativa, mas precisa ser bem estruturada para evitar problemas que possam prejudicar os negócios.

Diante de um cenário desconhecido, preparamos dicas para você, que tem uma operação de food service, evitar uma crise mais severa no seu caixa.

Reforce as boas práticas de fabricação e manipulação de alimentos

A busca pela adequação às regulações sanitárias no Brasil não é novidade para o empreendedor do ramo. Contudo, sabemos que falhas existem e que muitos estabelecimentos nem sequer têm o manual de Boas Práticas de Fabricação e Manipulação de Alimentos e os procedimentos operacionais padronizados implementados.

Quando o colaborador não é treinado, pode se tornar um agente de contaminação. Sendo assim, a compreensão das legislações sanitárias vigentes é mais do que obrigatória, sobretudo com a pandemia da Covid-19. Por isso, recomendamos que o empresário redobre a atenção para proteger seus clientes, seus colaboradores, a ele mesmo e toda a comunidade envolvida.

Reanalise os processos de limpeza de utensílios, mãos, objetos e superfícies – Álcool 70%/70° sempre

Álcool 70%/70° e sabonete antisséptico já são itens obrigatórios para a assepsia das mãos nos estabelecimentos do food service.

Os utensílios normalmente são lavados em máquinas e a altas temperaturas. Depois disso, normalmente ocorre o que chamamos de “polimento” ou sanitização, com álcool 70%/70° e pano descartável.

A utilização de luvas descartáveis para esse processo reforça a segurança. Mas não adianta fazer tudo isso e dispor os talheres em local desprotegido, expostos, ou utilizar panos de prato de algodão.

Atenção ao caixa

Os donos de negócios devem ficar atentos ao seu caixa, negociando e renegociando prazos com seus fornecedores para ganhar fôlego neste período de aperto financeiro. Também devem ficar atentos às linhas de financiamento lançadas pelo Governo Federal para empresas com dificuldades financeiras devido à pandemia.

Compre com responsabilidade. Repense o seu cardápio e reveja sua operação. Após isso, faça um bom planejamento de compras, com consciência. Em tempos de crise ou carência de abastecimento, compras desnecessárias normalmente resultam em desperdício de insumos e em impactos financeiros.

Reduza o cardápio de alimentos crus

O consumidor está desconfiado de comer alimentos crus. Sendo assim avalie realmente se será necessário trabalhar com todo o mix de ofertas do seu negócio. Recomendamos uma análise da redução do seu cardápio a fim de evitar desperdícios.

Promova informações sobre a Covid-19 à sua equipe

Convoque os colaboradores para uma reunião de esclarecimentos sobre a pandemia. Muitas fake news estão sendo disseminadas. Respeite as distâncias, tire dúvidas e esclareça como serão as novas condutas de atendimento.

Treine e capacite a equipe, principalmente a de delivery, lembrando sempre que é necessário redobrar a atenção com mãos, boca e nariz (tosses e espirros), que são os principais veículos de contaminação do vírus.

Reveja os canais de venda e seus processos

Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos

O conteúdo foi útil para você?

Conteúdo relacionado

Fale com o Sebrae

Converse online, por chat ou email, com os técnicos do Sebrae
para tirar dúvidas e receber orientações sobre o seu negócio.
É gratuito!

Converse agora