this is an h1

this is an h2

Pular para o conteúdo principal
Tue Sep 15 20:27:35 BRT 2015
Empreendedorismo | COMPETITIVIDADE
Potencialidades da meliponicultura: criação de abelhas nativas

Maior valor agregado do mel e facilidade no manejo são alguns dos atrativos dessa atividade.

· 24/07/2015 · Atualizado em 15/09/2015

Novos estudos sobre abelhas nativas dão visibilidade a um nicho de produção que apresenta potencialidades favoráveis aos pequenos produtores: a meliponicultura.

As abelhas sem ferrão ou melíponas são espécies nativas das regiões tropicais. No Brasil, eram bastante comuns até a introdução das espécies Apis meliifera, das variáveis europeias e africanas, que passaram a dominar a produção nacional de mel.

O crescimento da apicultura comercial fez com que a meliponicultura ou criação de abelhas nativas fosse pouco a pouco perdendo força, mantendo-se apenas como tradição em algumas regiões do país.

Mas isso mudou, graças aos atrativos dessa atividade, que incluem maior valor agregado do mel e facilidade no manejo das abelhas.

Diferenciais

Como as melíponas não possuem ferrão, o manejo é muito mais fácil, pois não oferecem riscos de acidentes como as africanizadas. Isso favorece a criação, inclusive, em áreas urbanas, como quintais e jardins.

Os recursos para meliponicultura são mais simples e, consequentemente, mais baratos. É possível reunir até 200 colmeias em um único local.

Além da produção do mel e derivados, como pólen e cera, os meliponicultores podem lucrar com o aluguel de colmeias para a polinização de pomares.

A prática já é explorada com as abelhas africanizadas. Mas, devido ao fato de que as melíponas não oferecem riscos, é grande a vantagem para quem quiser investir no aluguel de colmeias.

Confira no vídeo experiências de sucesso orientadas pelo Sebrae na criação das abelhas nativas

Potencialidades

Uma vantagem para a criação das melíponas é que há inúmeras espécies presentes nas diversas regiões do Brasil, o que abre portas para a produção em todo o território nacional.

O mel produzido pelas abelhas nativas tem um valor de mercado que chega a ser dez vezes maior do que o mel tradicional, a depender da variedade.

Além disso, a meliponicultura é uma atividade sustentável, que auxilia na preservação das espécies vegetais e no equilíbrio biológico nos diferentes biomas brasileiros.

A criação das abelhas sem ferrão é uma atividade altamente adaptada às comunidades tradicionais, assentamentos e cooperativas agrícolas.

Desafios

Um dos principais desafios da meliponicultura é que a atividade ainda não tem sua potencialidade explorada. Seja por desconhecimento ou por predomínio da apicultura comercial.

Esse cenário já começa a mudar sensivelmente. Pesquisas realizadas por diversas instituições científicas têm estudado melhores formas de manejo e gestão dos meliponários. Isso amplia o interesse pela criação das abelhas nativas.

A produção das melíponas é bem menor em comparação às abelhas africanizadas, devido, principalmente, ao tamanho reduzido das colônias.

Mas esse desafio é compensado com o maior valor agregado do mel das abelhas nativas e pela fácil aceitação no mercado, que apresenta mais demanda do que produção.

Dicas para começar

Antes de começar a criar as melíponas, é importante manter contato com criadores que já possuem experiência, a fim de buscar informações e saber qual a melhor maneira de iniciar seu meliponário.

Faça levantamento das espécies de abelhas e, se possível, sobre as plantas por elas utilizadas na região.

Defina qual será o objetivo da sua criação: comercialização (mel, subprodutos ou colônias), pesquisa, polinização, preservação das espécies ou lazer. Alie os objetivos de sua criação às espécies disponíveis.

Participe de grupos de produção organizados em associações para fortalecer a meliponicultura por meio de troca de experiências, de material genético com características de produção e elaboração de estratégias de marketing.

Leia mais


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Conteúdo relacionado

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de formar online e gratuira.

Acesse agora