ac am rr pa ap ma pi ce rn pb pe al se ba to mt ro ms go df mg es rj sp pr sc rs
  • RSRio Grande do Sul
  • SCSanta Catarina
  • PRParaná
  • SPSão Paulo
  • MSMato Grosso do Sul
  • RJRio de Janeiro
  • ESEspírito Santo
  • MGMinas Gerais
  • GOGoiás
  • DFDistrito Federal
  • BABahia
  • MTMato Grosso
  • RORondônia
  • ACAcre
  • AMAmazonas
  • RRRoraima
  • PAPará
  • APAmapá
  • MAMaranhão
  • TOTocantins
  • SESergipe
  • ALAlagoas
  • PEPernambuco
  • PBParaíba
  • RNRio Grande do Norte
  • CECeará
  • PIPiauí
menu Sebrae

Cursos e Eventos

Cursos e Eventos presenciais

Confira a programação do Sebrae no seu estado e inscreva-se já.

Cursos Online

Matricule-se nos cursos online 100% gratuitos e estude sem sair de casa.

Tue May 12 21:05:05 GMT-03:00 2020
Mercado e Vendas
Saiba como manter as vendas diante da perda de compra do brasileiro
Pesquisa mostra que 77% da população reduziu o consumo e não pretende retomá-lo. Veja como manter a saúde financeira nesse cenário.

Um quarto dos brasileiros já tiveram perda no poder de compra devido à pandemia de Covid-19. É o que mostra uma pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Entre os entrevistados, 23% perderam totalmente a renda e 17% tiveram redução no ganho mensal, atingindo o percentual de 40%.
O estudo também mostrou pessimismo das pessoas que foram ouvidas. Entre a população ocupada formalmente, o medo de perder o emprego chega a 77% . Além disso, 90% consideram grandes os impactos da pandemia na economia.

Outro dado relevante da pesquisa foi o endividamento da população brasileira, que atinge 53% (trata-se do resultado da soma dos 38% que já estavam endividados antes da pandemia aos 15% que chegaram a essa condição nos últimos 40 dias).

Redução do consumo

A pesquisa mostra ainda que a maioria da população reduziu o consumo durante a quarentena (77%) e que as pessoas não estão dispostas voltar a comprar da mesma maneira que compravam antes da crise. Pelo menos 15 produtos testados apresentaram queda de venda entre os entrevistados. Os mais atingidos com a queda foram os alimentos prontos (39%), bebidas alcoólicas (35%) e serviços de streaming como Netflix e Spotify (30%).

Os consumidores também responderam que, após o fim das medidas de isolamento social necessárias para conter a pandemia, pretendem frequentar menos espaços de comércio como shoppings (52%), bares e restaurantes (48%).

Como aumentar as vendas

Estamos vivendo tempos difíceis e todo mundo precisa se adaptar ao novo cotidiano. E você, dono de negócio, não está sozinho nessa. Por isso, criamos um conteúdo especial para que possa encontrar soluções e oportunidades a fim de lidar com os desafios deste momento.

Se o que te preocupa hoje é como manter as vendas durante a crise, está no lugar certo. Veja o que separamos para ajudar o seu negócio a manter o ritmo.

Também listamos para você opções criativas para manter as vendas de produtos e serviços. Confira 10 sugestões de formas alternativas de vender seus produtos e serviços neste momento de crise.

Vendas online

Neste momento, as compras online podem ajudar a alavancar as vendas e minimizar o prejuízo. Consumidores em casa terão mais tempo em frente a telas e diversas necessidades para compras e contratação de serviços.

Com esse cenário e para apoiar os pequenos negócios no uso da internet como ferramenta de apoio à comercialização de produtos e serviços, preparamos um conteúdo com os principais canais digitais que podem ajudar as empresas venderem mais neste período.

Veja também

Compartilhar
Favoritar

    Salvo na lista de favoritos

O conteúdo foi útil para você?

Conteúdo relacionado

Fale com o Sebrae

Converse online, por chat ou email, com os técnicos do Sebrae
para tirar dúvidas e receber orientações sobre o seu negócio.
É gratuito!

Converse agora