GESTÃO

Guia de Gestão Empresarial

Avalie o que pode contribuir para manter sua empresa viva e vacinada contra a mortalidade empresarial precoce que afeta várias firmas legalmente constituídas.

A empresa saudável

Para entender a necessidade de uma boa gestão nos negócios, imagine que uma empresa é um ser vivo. E que, como tal, sua longevidade depende das atitudes adotadas pelo proprietário para mantê-la saudável.

Da mesma forma que o organismo humano é constituído por sistemas como o circulatório, o respiratório e o digestivo, que precisam funcionar harmonicamente, a empresa também necessita ser compreendida com a visão de que um tecido com problema pode comprometer todo o empreendimento.

Se no ser humano uma doença que atinge qualquer um dos sistemas afeta o todo, numa empresa ocorre a mesma coisa. Se cada indivíduo é responsável por zelar pela própria saúde, tomando os cuidados para viver bem, como alimentação, descanso e atividades físicas, na empresa cabe ao proprietário ficar atento ao bom desenvolvimento do seu negócio. O descaso é fatal.

Pré-natal

Por isso mesmo, é preciso que o dono faça uma espécie de pré-natal para que sua empresa nasça sadia. É fundamental que cuide dela, continuamente, para que cresça com saúde e se desenvolva, tornando-se madura para sobreviver tranquilamente.

Mas é importante entender que sobreviver não significa “estar em quietude” e sim ter capacidade de adaptação e de aprendizado permanentes, estar apto a conviver com outras empresas, saber mudar de rumo e se reposicionar quando preciso, criando um perfil ativo e promissor.

Ao longo deste Guia será possível identificar como contribuir para manter seu negócio imunizado contra a alta falência empresarial precoce que atinge a maioria das firmas legalmente formadas – 50% morrem até o segundo ano de funcionamento. 

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: