NEGÓCIO

Música tocando negócios: saiba como empreender no setor musical

Guia ajuda você a empreender na música. Veja indicadores sobre esse mercado, sua relação com economia criativa e saiba como obter sucesso na indústria musical.

A música talvez seja a expressão artística mais presente no cotidiano da sociedade brasileira, abrangendo todas as classes sociais, de qualquer cidade, e consumida por diferentes faixas etárias.

E, ao contrário do que normalmente se imagina, a indústria da música não está restrita apenas ao grande mercado, ao grande hit, à grande estrela da música. Há também milhares de micromercados, de minihits e de artistas satélites.  

As oportunidades de negócios são para todos, da corporação multinacional ao músico independente.

Ou seja, viver de música é possível, mas também tem suas dificuldades.  Existem muitas oportunidades de negócio para quem deseja empreender na indústria da música. Mas, como em toda atividade econômica, também existem muitos riscos e adversidades.

O panorama do setor

O negócio da música envolve uma série de profissionais. São autores, artistas, técnicos, produtores, empresários, profissionais liberais, além dos veículos de comunicação.

Existem empresas que fornecem produtos e serviços, órgãos e entidades que regulam e fiscalizam o setor. Essa cadeia de pessoas, processos, produtos e serviços – além do público consumidor – forma o que se chama indústria da música, gera renda e emprega milhares de pessoas no mundo inteiro.

Atualmente, existem 91.023 pequenos negócios formalizados operando na indústria da música no Brasil. As oportunidades de negócio estão distribuídas em 14 atividades econômicas, abrangendo as atividades fonográficas, de direitos autorais e do show business. E contemplando todas as etapas da cadeia produtiva da música.

A publicação

O objetivo do guia Música Tocando Negócios é aumentar as suas chances de sucesso nesse cenário. Com ele, você vai entender o conceito de alcançar o sucesso nesta indústria e aprender como construir as condições necessárias para viver da música.

Ou seja, para que possa realizar sua vocação sendo capaz de não somente pagar todas as contas do presente, mas também possuir recursos disponíveis para investir no futuro e garantir uma aposentadoria satisfatória - tudo isso com atividades relacionadas à música.

  • Na primeira parte da publicação, você terá acesso a informações introdutórias sobre o negócio da música no Brasil. Também vai conhecer números, tabelas e gráficos sobre o mercado musical brasileiro, além de entender como a indústria da música se relaciona com a economia criativa (com o mercado de audiovisual, por exemplo).
  • A segunda parte é dedicada aos temas empresariais, como gestão da carreira musical, desenho de modelos de negócios, comportamentos empreendedores, processo de abertura de uma empresa, marketing 2.0 aplicado à música, ferramentas para controle financeiro e fontes alternativas de financiamento de projetos musicais.
  • Um pequeno glossário esclarece ainda os principais termos técnicos relacionados com a indústria da música.

Acesse “Música Tocando Negócios: um guia para ajudar você a empreender na música" (em PDF).

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: