ORGANIZAÇÃO EMPRESARIAL

O Futuro de Seu Negócio: Empresas Familiares

Ser uma empresa familiar às vezes é perigoso. Mesmo quando a formação empresarial dos sócios é consistente, podem ocorrer situações desfavoráveis ao sucesso.

Haverá um momento na vida de sua empresa, quando esta estiver consolidada (ou esteja passando por dificuldades), em que você terá de tomar uma decisão. Como um filho que chega à maioridade, ela precisará tomar um “rumo na vida” a fim de poder prosperar.

Grande parte das empresas brasileiras, incluindo grupos enormes como Odebrecht e Votorantim, foram fundadas por familiares entre si e várias permanecem assim até hoje. A maioria das pequenas e médias empresas também.

Ser uma empresa familiar não é pejorativo, porém, muitas vezes é perigoso. Mesmo quando a formação empresarial dos sócios é consistente, podem ocorrer situações que afetem negativamente a sobrevivência do negócio.

Fraquezas da administração familiar

Segundo o professor Robert G. Donnelley, à época na Harvard Business School, em seu clássico artigo A Empresa Familiar, as seguintes “fraquezas da administração familiar”, são as mais comuns:

  • Conflitos entre os interesses da família e os da empresa como um todo;
  • Falta de disciplina, em todos os setores da organização, em relação aos lucros e desempenho;
  • Ausência de reação rápida a fim de enfrentar novos desafios do mercado;
  • Prevalência do nepotismo, ou seja, “a promoção de parentes não por merecimento, mas devido aos laços de família” (coisa comum também em nossa política), é um grande erro em qualquer organização.

O conteúdo foi útil para você?

  • Sim
  • Não

Enviado com sucesso! Agradecemos sua ajuda.


Compartilhe: