this is an h1

this is an h2

Pular para o conteúdo principal
Mon Jul 05 16:05:58 BRT 2021
Empreendedorismo | ATITUDE EMPREENDEDORA
Ana ampliou sua loja de cosméticos de uma para oito portas na Bahia

A empresária destaca a transformação digital como um dos principais fatores que impulsionaram as vendas e contribuíram para o crescimento do negócio.

· 05/07/2021 · Atualizado em 05/07/2021

“O Sebrae é essencial na vida de qualquer empreendedor, porque ele tem soluções baratas e acessíveis. Traz o mundo para nós, sempre o que há de mais moderno para a nossa empresa.”

A pedagoga Ana Cláudia Matos dava aulas em Senhor do Bonfim (BA) quando seu ramo era ainda chamado de magistério. Ao mesmo tempo, tinha uma ligação especial com cosméticos e uma “queda” pelo empreendedorismo. Assim, conciliava a venda produtos de beleza e estética de marcas que anunciam suas ofertas em catálogos ou revistas próprias com o trabalho como professora.

Além disso, seu marido trabalhava com distribuição de cosméticos e lhe deu a ideia de abrir uma loja especializada na cidade em 2002. Ela lembra que, quando ouviu a proposta, resolveu deixar seu lado empreendedor falar mais alto e topou o desafio. E assim, com apenas uma porta na época, abriu a Ana Cosméticos.

Cada vez mais interessada e determinada a crescer, a empresária se aproximou da associação comercial da cidade, por meio da qual conheceu o Sebrae. A partir daquele momento, sua trajetória empreendedora se transformou. Cursou o Empretec, participou dos programas ALI (Agente Local de Inovação) e Liderar o Futuro e, por meio do Sebraetec, implementou sua loja virtual.

“No Empretec eu me redescobri, vi uma empresária que eu não conhecia antes. Eu achava que sabia muita coisa, mas não sabia. Eu achava que era comprometida, mas vi que não. A inovação também chegou à minha empresa depois do Empretec. Desmistifiquei muita coisa que eu fazia errado. Além disso, abriu portas para que eu buscasse os outros programas, cursos e palestras.”

Ana Cláudia destaca ainda outro momento da parceria com o Sebrae como ponto de virada de seu negócio: a criação do seu e-commerce por meio do Sebraetec. 

“Já fiz vendas para todo o país. Agora, na consultoria, fui orientada a entrar num marketplace e me surpreendi com o resultado. Também passei a ter uma venda expressiva pelo Instagram e WhatsApp. Eu acho que as empresas têm que acompanhar as mudanças e o novo comportamento do consumidor, então preciso poder atender esse cliente. E ainda mais no interior, estando no mercado digital, você acaba se destacando, melhorando a imagem da empresa e atraindo clientes até para a loja física.”

Todo o esforço, dedicação e capacitação resultaram em um expressivo crescimento do negócio. A loja que começou com apenas uma porta, hoje, após alugar os imóveis vizinhos, já conta com oito.

Quando chegou a pandemia, a empresária confessou que sentiu um certo desespero. Mas também encontrou no Sebrae o apoio que precisava para enfrentar a crise do fechamento do comércio. Foi assim que resolveu fazer cursos que a ajudaram a traçar as estratégias. Entre eles, destaca o que lhe ensinou a usar melhor o Instagram, para divulgar a empresa e vender mais pela rede social, e o curso de liderança. Implementar o delivery também foi um dos maiores acertos desse período.

“Como não podíamos trabalhar com a loja física, passei a divulgar mais a minha loja virtual e implementei o delivery. Mas aprendi com o Sebrae que tudo tem que ser feito de forma profissional, então profissionalizei o meu delivery para que os clientes se sentissem bem atendidos. Contratamos uma equipe para cuidar dessa parte. É assim que tenho conseguido passar por esses dias com mais leveza”.

Agora, a empresária diz que está focada no programa Renova Varejo, do qual está participando para melhorar ainda mais a gestão do seu negócio. 

“Ainda não quero planejar muito o futuro, mas tenho ideias. Eu quero que a loja permaneça sendo conhecida na região como um lugar em que os clientes sabem que vão encontrar produtos de qualidade, sempre com lançamentos. Quero também voltar a oferecer cursos profissionalizantes, que ajudam a atrair mais clientes para a loja. E quero fortalecer ainda mais o Instagram, além de investir na capacitação da equipe.”

Região Norte

Região Nordeste

Região Centro-oeste

Região Sul 

Região Sudeste


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de formar online e gratuita.

Acesse agora