this is an h1

this is an h2

Pular para o conteúdo principal
Mon Jun 28 10:55:28 BRT 2021
Empreendedorismo | ATITUDE EMPREENDEDORA
Raphael transformou o ateliê falido do pai em alfaiataria de sucesso

Segundo o empresário, o Sebrae foi muito importante para ajudá-lo a realizar a inserção digital do negócio e enfrentar a crise causada pela pandemia

· 21/06/2021 · Atualizado em 28/06/2021

“O Sebrae tem sido primordial porque, além de nos ajudar a nos inserir no mercado, faz um acompanhamento muito minucioso em diversas áreas da empresa. Isso faz as pessoas se formarem enquanto empreendedores.” 

O estilista especializado em alfaiataria Raphael Siqueira entrou no mercado de trabalho atuando como enfermeiro, profissão que exerceu por nove anos. Em outro momento, enquanto fazia graduação em Psicologia, trabalhou na Secretaria de Educação do Distrito Federal (DF) na implantação do ensino integral e educação inclusiva. 

Nessa época, seu pai era dono de um ateliê de costura em Ceilândia (DF), mas estava enfrentando problemas de saúde e problemas administrativos e financeiros com o negócio, que estava à beira da falência. Foi quando Raphael decidiu assumir o controle e realizar uma transformação na empresa, que era especializada em uniformes para a área de saúde.

“Eu queria inovar, mas, como eu ainda não tinha formação em Moda, contratei uma funcionária para cuidar da parte técnica, e assim nasceu, em 2016, a Alfaiataria Siqueira, com produção artesanal, personalizada, além de peças exclusivas para cada cliente. E algumas peças padronizadas são as que anunciamos nas redes sociais.”

O empreendedor manteve a especialização em uniformes profissionais, mas conta que as inovações que realizou fizeram o negócio crescer rapidamente. Entretanto, ele diz que, como não tinha muita experiência em gestão, o crescimento ocorreu de forma desordenada. 

Quando chegou a pandemia, teve de paralisar as atividades, permanecendo fechado por cinco meses. Com dívidas e sem dinheiro em caixa, decidiu buscar ajuda no Sebrae, algo que já estava em sua mente havia muito tempo. Lá, passou a fazer parte do programa Supera DF, com consultorias gratuitas. Segundo ele, o Sebrae passou a auxiliar no gerenciamento de crise, no planejamento financeiro e na inserção digital do negócio.

“Passei por um diagnóstico que identificou que minha empresa tinha uma presença mínima e amadora no mercado digital. Após a consultoria, vimos que isso era muito importante e então desenvolvemos o planejamento de mídia digital e redes sociais. Também contratei uma empresa de comunicação para cuidar dessa parte do marketing. Construímos um site, por meio de uma consultoria em e-commerce, que deve ser lançado no mês que vem.”

Raphael diz que o primeiro resultado da experiência com o Sebrae foi conseguir ver a empresa de forma mais ampla. 

“Aprendi coisas que eu nem imaginava. Hoje tenho uma colaboradora para cuidar da parte financeira e a equipe de comunicação. O faturamento ainda não foi recuperado como era, mas me sinto preparado, sinto que estou no caminho certo.”

Ele também destaca que atualmente tem contato mais efetivo com sua clientela e que sua marca já começa a ser conhecida nas redes sociais. Por isso, apostar ainda mais na presença digital é um dos seus principais focos neste momento. 

“Estou buscando conhecimentos para isso. Meu desejo é consolidar a estabilidade financeira e que a empresa seja reconhecida. Também quero criar empregos, que é algo que prezo muito. Quero muito que meus colaboradores estejam bem. Outra coisa que desejo melhorar ainda mais é o atendimento ao cliente para entender os seus desejos de consumidor.”

Instagram: siqueiraalfaiataria

Facebook: siqueiraalfaiataria

Região Norte

Região Nordeste

Região Centro-oeste

Região Sul 

Região Sudeste


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de formar online e gratuita.

Acesse agora