this is an h1

this is an h2

Mon Apr 18 16:54:59 BRT 2022
Empreendedorismo | ATITUDE EMPREENDEDORA
Alexandre comprou marca de pães ultracongelados que triplicou de valor

Empresário inova ao oferecer produtos artesanais e livres de conservantes com foco em saúde, bem-estar e praticidade

· 13/04/2022 · Atualizado em 18/04/2022



Formado em Odontologia, Alexandre Andrade dedica parte do seu tempo a uma segunda vocação: o empreendedorismo. Prova é que, no passado, o dentista e empresário já esteve à frente de uma franquia de lavanderias. 

Em 2018, ele estava disposto a investir em um novo segmento. Foi quando conheceu um grupo de empresários portugueses que estava disposto a se desfazer da Merco Pão — empresa fundada em 2013 e voltada para a fabricação de pães ultracongelados. Com afinidade pelo setor, adquiriu o negócio em sociedade com o sócio Itamar Bonfim, que hoje trabalha lado a lado com Alexandre.

O empreendimento atua no modelo B2B (comércio estabelecido entre empresas). “Eu vendo para o cliente que vai fazer o pão”, explica. E cita que padarias e supermercados são os seus consumidores, que, por sua vez, preparam o produto e oferecem para a freguesia. 

Os produtos se destacam pelo modelo de fabricação artesanal e por serem fabricados com massa de fermentação natural, livres de conservantes e com foco na saúde e bem-estar. Entre os sucessos, Alexandre destaca o pão francês e os pães de cebola, chocolate e parmesão. 

Até a empresa se estabelecer, o processo de abertura não foi dos mais simples, principalmente porque Alexandre teve de lidar com os desafios totalmente sozinho. “A compra da empresa foi bem complicada. Ela estava sucateada. Logo na semana que a gente começou a rodar, o caminhão bateu, os equipamentos começaram a quebrar”, relembra. 

Quando o cenário parecia adquirir estabilidade, começou a pandemia. O empreendedor afirma que os desafios são diários, mas o importante é persistir. 

Alexandre conta que chegou ao Sebrae após assistir a algumas palestras presenciais. “O Sebrae é tão bom. Você ouve falar o tempo todo, mas só sabe como é bom depois que se aproxima”, revela. Após assumir a gestão da Merco Pão, tratou de contratar consultorias de gestão e finanças para alavancar os resultados.

Com os aprendizados atualizados e aplicados na realidade do negócio, o empresário hoje enxerga com firmeza qual o posicionamento e momento da Merco Pão: “Não sou o maior e não sou o menor, mas sou o que melhor entrega qualidade de atendimento e de produto”. 



“Eu devo ter triplicado o valor da empresa e, na cartela de clientes, eu tenho mais que o dobro.”

Hoje, Alexandre conta com o apoio do sócio Itamar Bonfim, responsável por lidar com a operação diária, e outros nove colaboradores encarregados de manter a produção a todo vapor.

Quando o assunto é o futuro da empresa, Alexandre reflete sobre os planos adiados ou frustrados por causa da pandemia de covid-19: “A gente já fez tantos planos, e as coisas viraram de uma forma esquisita, não é?”, comenta. Para 2022, a principal expectativa é que haja trigo para a fabricação dos pães e que o preço do insumo seja razoável. 

“Estamos vivendo um momento tão louco que às vezes o preço do trigo sobe duas vezes na semana. E a gente já teve ameaça de desabastecimento.” 

Em termos de planejamento, o empreendedor reforça a expectativa de modernizar os equipamentos e dobrar a capacidade de produção até o meio do ano. “Esse é um salto grande, pois teremos a condição de atender mais clientes”, finaliza. 

Instagram

Site oficial

Região Norte

Região Nordeste

Região Centro-oeste

Região Sul

Região Sudeste


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora