this is an h1

this is an h2

Mon Mar 21 17:05:37 BRT 2022
Empreendedorismo | ATITUDE EMPREENDEDORA
Ana Paula abriu empresa de eventos premiada na Bahia

A empreendedora contou com o Sebrae para organizar os processos internos do negócio e para dar uma guinada e se recuperar dos prejuízos da pandemia

· 21/03/2022 · Atualizado em 21/03/2022

"O Sebrae é um alicerce, um divisor de águas para qualquer empreendedor. Ensina a inovar em diversas áreas como organização, marketing, finanças, em todo o negócio. É uma faculdade para o empreendedor. Aonde eu chego, eu falo do Sebrae e sempre recomendo."

Ana Paula Doria trabalhava como gestora de saúde na clínica de seu marido em Lauro de Freitas (BA), mas seu maior desejo era realizar eventos corporativos. Como o CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica) da empresa permitia esse tipo de atividade, há 15 anos ela começou a fazer eventos na área da saúde. Três anos depois, ela tomou a decisão de se dedicar exclusivamente, abriu seu próprio negócio, a Qualité Eventos e Turismo, e realizou um sonho.

"Com a minha própria empresa, eu abri um leque de outras áreas, como arquitetura, eventos religiosos, de responsabilidade social. E antes de abrir, procurei o Sebrae. O lançamento já foi com o apoio do Sebrae e um conceito publicitário que construímos juntos: venha para a Qualité e tenha um evento planilhado. Ou seja, com as despesas e tudo mais organizados."

Após a abertura da empresa, Ana diz que se aproximou ainda mais do Sebrae, quando fez um curso de excelência em turismo e participou do programa ALI (Agente Local de Inovação).

"Sou autodidata, mas ganhei formação empresarial no Sebrae. Participei do ALI por dois anos, que foi minha faculdade. A minha mente se abriu, aprendi a usar ferramentas, mapear falhas e acertos. Aprendi a fazer planejamento, plano de negócio, entre outras coisas muito importantes."

Assim, a empresa foi crescendo e chegou a ter 15 funcionários antes da chegada da pandemia. A empresária destaca que realizada eventos grandes, com repercussão nacional, para até 8 mil pessoas. Como reconhecimento de seu sucesso, ela recebeu, em Salvador (BA), em 2019, um prêmio que, segundo ela, marcou muito sua trajetória. A sua empresa ficou em terceiro lugar na categoria “Organização de eventos corporativos” do Prêmio EVEX.

"Quando chegou a pandemia, foi um baque total, porque eu estava com o pagamento adiantado de muitos clientes e tive de devolver tudo. Eu não estava preparada e não gosto de eventos online. Tentei fazer alguns a nível nacional, um leilão de caridade. Mas quando terminou eu estava esgotada a ponto de ir para o hospital. Apesar de ter dado tudo certo, eu vi que não tinha vocação para evento online. "

Diante desse impasse, a solução foi procurar o Sebrae e participar novamente do programa ALI, pelo qual chegou à solução de investir na realização de capacitações.

"Abrimos um braço da empresa nessa área, a 2E Escola de Empreendedorismo, que está sendo um sucesso. Tudo que eu aprendi com o Sebrae eu agora estou ensinando, com a minha empresa, de forma muito personalizada. Fazemos imersão, mentorias, treinamento de inovação, cursos. Já temos vários produtos. Atendemos adultos e crianças. Com isso, voltou a crescer e acho que vai crescer muito. Agora eu sou dona dos meus próprios eventos."

Como a nova área de atuação tem dado certo, é nisso que a empreendedora quer focar agora. Para os próximos meses já tem uma extensa agenda de cursos programados e está entusiasmada com a expedição que vai realizar com crianças, com o objetivo de despertar nelas o empreendedorismo, ensinando a história do cacau e do chocolate no Brasil.

Região Norte

Região Nordeste

Região Centro-oeste

Região Sul

Região Sudeste


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora