this is an h1

this is an h2

Wed Dec 22 09:38:50 BRT 2021
Empreendedorismo | ATITUDE EMPREENDEDORA
Com o apoio do Sebrae, maranhense conquista o mercado de games

Do Maranhão para o mundo, a Ops Game Studio cresce à medida que incentiva o mercado local.

· 18/11/2021 · Atualizado em 22/12/2021



A pandemia de covid-19 abalou as estruturas dos mais diversos setores, mas esse não é o caso do mercado de jogos eletrônicos. Mundialmente, em 2020, o faturamento do ramo cresceu em 12%, o que corresponde a R$ 600 bilhões.

Gigante mundo afora, a área de games é considerada pequena em vários estados brasileiros, como no Maranhão. Quem afirma é Kássio Souza, empreendedor e sócio da Ops Game Studio. Mas ele está disposto a transformar essa realidade.

Apaixonado por videogames desde sempre, foi em 2015 que o também programador passou a se dedicar à criação de jogos. Além de estudar bastante, participou de eventos e colaborou com outras pessoas para aperfeiçoar as técnicas.

Em 2018, quando ficou sabendo da liberação do edital da ANCINE (Agência Nacional do Cinema), uniu forças e experiências com outros dois sócios para criar a Ops Game Studio e conseguir um aporte financeiro. Não conseguiram, mas decidiram seguir em frente com a ideia.

Kássio e seus sócios - Nuninho Neto e Artur Pinheiro - tinham, em suas mãos, o desafio de divulgar o estúdio para outras empresas maranhenses. A montanha a ser escalada, de acordo com ele, era explicar para outras pessoas o que a Ops fazia e como consolidá-la no mercado. Mais um empecilho era adquirir competências empreendedoras para administrar o novo negócio.

Ainda em 2018, Kássio participou do programa de Economia Criativa do Sebrae, mergulhando fundo nas capacitações e missões técnicas para aprimorar os conhecimentos da área e criar uma mentalidade empreendedora. O empreendedor destaca os treinamentos em precificação, gestão de fluxo de caixa e contabilidade como essenciais para quem tem uma empresa de qualquer ramo.

Com mais segurança para tocar o negócio, Kássio marcou presença em eventos da área de jogos, como o BIG Festival, onde obteve maiores oportunidades e expandiu o networking. Os ganhos não foram só para a sua empresa, mas fortaleceram o ecossistema formado por outras empresas que surgiram junto à sua.

Com o status de referência no estado em que atua, o estúdio já atendeu clientes como Klabin, Ambev e Vale, desenvolvendo soluções por meio de jogos de realidade aumentada, realidade virtual e treinamentos.

Com a pandemia de covid-19, vários projetos foram adiados ou cancelados. O que assegurou a sobrevivência da Ops foi a capacidade dos sócios de leitura e adaptação ao momento.

Trabalhando remotamente, a equipe aproveitou para se dedicar a projetos autorais. Desde o ano passado, três jogos foram lançados, e eles almejam mais dois para 2022.

Para o ano que vem, a ideia de Kássio é crescer, ter mais reconhecimento e consolidar a empresa como um hub de oportunidades no Maranhão, dando o devido valor a muitos talentos que, por falta de chances, acabam saindo do estado. Um exemplo é a sua própria história.

“Nós já tivemos propostas para sair do estado, mas decidimos empreender e construir a nossa história aqui.”

Por fim, Souza tem um recado para quem almeja entrar no mercado de games: “Tente entender como você pode contribuir para um jogo. Eu sou programador, mas não só programação faz um jogo. Ele precisa de arte, música, narrativa e interface. Depois, é botar a cara para fazer. Comece pequeno e vá expandindo.”

Site oficial 

Instagram

Região Norte

Região Nordeste

Região Centro-oeste

Região Sul

Região Sudeste


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora