this is an h1

this is an h2

Mon Nov 29 15:20:01 BRT 2021
Empreendedorismo | ATITUDE EMPREENDEDORA
Com técnica exclusiva e inovadora, Cleini abriu salão afro de sucesso

A empresária se prepara para lançar uma linha própria de cosméticos e ensinar a técnica para outras afroempreendedoras, principalmente as da periferia

· 07/04/2021 · Atualizado em 29/11/2021

"O Sebrae nos ensina sobre gestão e nos dá uma visão melhor sobre empreendedorismo."

Há 20 anos, Cleini Cruz trabalhava em um mercado de Brasília (DF), mas gostava mesmo era de arrumar o cabelo das colegas, o que lhe rendia também um dinheiro extra. Sentindo-se explorada e cansada do estresse do trabalho, decidiu sair do mercado e abrir seu próprio negócio: um salão de beleza.

Enquanto trabalhava como cabeleireira, começou a fazer faculdade de gestão em recursos humanos e, após seis anos, fechou o salão para se dedicar exclusivamente à nova carreira. Porém, após quatro anos trabalhando com RH, percebeu que o que a realizava de verdade era ser cabeleireira.

Foi assim que ela deu nova guinada na vida profissional, abandonando o RH para abrir um novo salão, dessa vez especializado em cabelo afro. “Hoje me sinto mais identificada ainda com a profissão, participando desse movimento da valorização da estética e cultura afro.”

Para iniciar a nova fase, procurou o Sebrae, interessada em um direcionamento para o modelo de negócio que estava lançando, além de buscar mais conhecimento na área de gestão. Assim, começou uma consultoria e fez diversos cursos online disponíveis no Portal Sebrae.

“Essa parceria com o Sebrae me ajudou muito na parte de organização do negócio, como separar as finanças pessoais das finanças da empresa, por exemplo.”

O novo formato deu certo, os clientes foram aumentando, e Cleini se especializando cada vez mais. Após muita pesquisa e teste de produtos, desenvolveu uma técnica própria, o realinhamento cacheador, que se tornou o carro-chefe do salão.

"O empreendimento vem crescendo a cada dia, até por conta da ascensão dos afroempreendedores e do empoderamento do povo negro, da aceitação dos cabelos crespos e cacheados."

 Agora, a empresária busca um lugar maior para ampliar o salão, que contará também com um espaço de coworking para profissionais de beleza das mais diversas áreas. Cleini também se prepara para lançar uma linha própria de cosméticos e pretende procurar o Sebrae para uma consultoria em relação a esses próximos passos. Também faz parte dos planos começar a ministrar cursos para ensinar a técnica do realinhamento cacheador para outras afroempreendedoras, principalmente as da periferia.

Instagram: cleini_cruz

Região Norte

Região Nordeste

Região Centro-oeste

Região Sul

Região Sudeste


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora