this is an h1

this is an h2

Wed Jan 12 15:55:40 BRT 2022
Empreendedorismo | ATITUDE EMPREENDEDORA
Edmilson abriu empresa de EAD que já formou mais de 4 mil alunos

Em parceria com o Sebrae, ele profissionalizou processos que ajudaram a escalar o negócio e agora se prepara para aumentar ainda mais o número de estudantes

· 12/01/2022 · Atualizado em 12/01/2022

"O Sebrae é um bom norte para quem está perdido. Ele vai te orientar, independentemente do nível em que você esteja. Sempre vai ter algo para ajudar na sua empresa. Tem muito o que agregar. Muito do que a gente conquistou hoje é graças ao Sebrae."

Ainda durante o curso de Engenharia Ambiental em Salvador (BA), Edmilson Puridade Junior conversava com seu companheiro de classe, Leonardo Barros, sobre uma lacuna que existia na formação deles e de seus colegas. Eles perceberam que a maioria dos alunos não se sentia preparada para o mercado de trabalho apenas com o que aprendia na universidade. Dessa percepção, surgiu entre os dois a ideia de montar um curso na área de meio ambiente para atender os estudantes dos períodos finais da graduação que não vislumbravam muito bem de que forma atuariam depois de formados. A ideia se mostrou acertada, e a primeira turma contou com 40 alunos.

Depois que eles se formaram, cada um seguiu um caminho diferente: Edmilson foi para o serviço público após passar em um concurso, e Leonardo conseguiu um bom emprego no setor privado. Porém, eles não deixaram de conversar sobre oferecer futuros novos cursos, pois percebiam que os estudantes continuavam com a demanda da formação complementar.

O planejamento foi amadurecendo, e, em 2016, eles abriram em sociedade a Envipro, uma empresa de capacitação na área de meio ambiente com diversos cursos e turmas presenciais. Edmilson lembra que, com o passar do tempo, eles criaram mais turmas, cada vez maiores e mais frequentes, inclusive em outros estados, como Sergipe e Paraíba.

"Em 2018, percebemos que nossa empresa tinha muito futuro, mas nosso modelo de negócio não era ideal. Nós também tínhamos dificuldades porque trabalhávamos horas nos outros empregos. Então eu larguei o concurso, e o Leonardo também largou o emprego dele."

O que os empresários perceberam que deveriam ajustar no modelo de negócio era fazer da empresa uma startup, além de oferecer os cursos online, já que as turmas estavam cada vez maiores e passaram a enfrentar limitações físicas e logísticas. Ao aderirem a um modelo de EAD (Educação à Distância), poderiam crescer ainda mais. Assim, o primeiro passo rumo a essa nova etapa foi montar uma plataforma para disponibilizar as aulas.

"Em 2019, com o modelo de startup, nós já conseguimos chegar em todos os estados brasileiros. Em pouco mais de dois anos no formato online, já eram mais de 4 mil alunos formados, sem contar as pessoas impactadas com os conteúdos online gratuitos, que são estimadas em 45 mil."

De acordo com Edmilson, o apoio do Sebrae foi fundamental para que a empresa conquistasse esses bons resultados. Ele destaca a participação em 2021 no Sebraelab de impacto social, em que contaram com encontros semanais, mentorias, capacitação em temas como estruturação de negócio, pensamento estratégico, marketing, gestão e diversos outros segmentos.

"Aprendemos muita coisa. Muita coisa que fazíamos com amadorismo, conseguimos profissionalizar. No final desse processo, fizemos uma apresentação do negócio e ficamos entre os três finalistas e depois fomos campeões. O prêmio foi uma consultoria complementar sobre como o nosso negócio pode gerar ainda mais impacto social e desenvolver a sustentabilidade no país."

Também em 2021, o empreendedor e seu sócio participaram do Startup Summit a convite do Sebrae, o que resultou num bom benchmark e ótimo networking para a empresa. "Abriu nosso horizonte de como posicionar a empresa nesse mercado de educação online pós-pandemia. O Sebrae gera muitas oportunidades, seja pelo networking ou pelos eventos. Tudo que a gente participou com o Sebrae gerou impacto positivo para nossa empresa, por isso cada vez mais temos interesse em participar de tudo que tiver."

O foco agora, segundo Edmilson, é concluir a fusão da empresa com uma editora de Salvador, a 2B Educação, e começar também a produção de livros físicos e virtuais. Após esse processo, a estimativa é que o número de alunos cresça para 10 mil. Em dois anos, a meta é ter mais de 30 mil alunos. Também está entre os planos transformar o negócio na principal solução de preparação e conexão de profissionais da área de sustentabilidade até 2024.

"A gente quer deixar um legado para o mundo. Hoje nós entendemos que o mundo se desenvolve de uma forma acelerada, gerando problemas ambientais. A única forma de solucionarmos esse problema é por meio do conhecimento específico. Então queremos levar conhecimento para profissionais que vão ocupar posições estratégicas de tomadas de decisão. E assim também vamos impactar os demais profissionais, pensando na preservação do meio ambiente."

Site: Envipro

Instagram: enviproambiental

Região Norte

Região Nordeste

Região Centro-oeste

Região Sul

Região Sudeste


O conteúdo foi útil pra você? Sim Não
Obrigado!

Foi um prazer te ajudar :)

Precisa de ajuda?

Nós temos especialistas prontos para atender você e o seu negócio de forma online e gratuita.

Acesse agora